Encarnado e Branco

TVGolo.com - Novos Golos

sábado, 31 de maio de 2008

Portugal - Georgia

Estádio do Fontelo

18h15 | RTP 1

Levi Meir [Israel]

Devidi Nissan [Israel]

Hatuka Eyal [Israel]

Portugal

1 | Ricardo GR

4 | Bosingwa LD

15 | Pepe DC

16 | Ricardo Carvalho DC

2 | Paulo Ferreira LE

8 | Petit MD

10 | João Moutinho MO

20 | Deco MO

7 | Cristiano Ronaldo AD

11 | Simão AE

21 | Nuno Gomes AV

-

12 | Quim GR

22 | Rui Patrício GR

13 | Miguel LD

3 | Bruno Alves DC

5 | Fernando Meira DC

14 | Jorge Ribeiro LE

6 | Raul Meireles MD

18 | Miguel Veloso MD

17 | Quaresma AD

19 | Nani AE

9 | Hugo Almeida AV

23 | Hélder Postiga AV


Geórgia

treinador Petar Segrt

1 | Loria GR

2 | Lobjanidze LD

3 | Khizanishvili DC

4 | Asiatani DC

5 | Navalovski LE

6 | Kobiashvili MD

7 | Menteshashvili MD

8 | Tskitishvili AD

10 | Kenia MO

9 | Iashvili AE

23 | Aleksidze AV

-

12 | Makaridze GR

22 | Lomaia GR

13 | Sanaia DC

14 | Kvarkhadze DC

15 | Kvirkvelia MO

16 | Klimiashvili MD

17 | Merebashvili MO

18 | Mujiri MO

19 | Khidesbli MD

20 | Devdariani MO

21 | Odikdaze MO

23 | Barabadze AV

24 | Cotsiridze AV

Etiquetas:

posted by J G at 6:02 da tarde . | link | 1 Comentários

sexta-feira, 30 de maio de 2008

Equipa Técnica do Benfica 2008/09

Etiquetas:

posted by J G at 11:42 da manhã . | link | 2 Comentários

A Mannschaft

Etiquetas: ,

posted by J G at 1:03 da manhã . | link | 1 Comentários

quinta-feira, 29 de maio de 2008

Entrevista com Quique Flores ( A BOLA )

Como tem vivido estes primeiros dias como novo treinador do Benfica, confirmada e anunciada a sua contratação no passado sábado?

— Com muita ilusão e com muita paixão também. Eu, e o meu corpo técnico, temos a intenção de rentabilizar e profissionalizar ao máximo toda a estrutura do futebol e essa é também a intenção e objectivo do presidente Vieira e de Rui Costa. Só assim conseguiremos, todos juntos, devolver ao Benfica os títulos. Tenho a certeza de que vamos fazer coisas muito interessantes no clube e no futebol português.

- Sentia já o apelo do trabalho diário de um clube. Ou, como dizemos em Portugal, tinha já saudades da adrenalina do futebol a sério? Passaram-se seis meses desde a sua saída, julgo que dolorosa, do Valência...

- Sim, faltava-me um desafio assim. A verdade é que vivi com muita intensidade cinco anos como treinador. Sempre com novos desafios, objectivos cada vez mais ambiciosos... Agora, neste período de ausência, descansei o suficiente, recompilei ideias suficientes sobre o meu trabalho, vi muito futebol no estádio e na televisão e estudei muito. Estou com ânimo renovado para recomeçar.

- Sente-se melhor treinador depois da experiência que viveu no Valência?

- O desafio do Valência foi extremamente duro. Não só pela exigência, que é comum a qualquer clube grande, mas pela sua envolvência, com tudo o que rodeava e envolve o clube. Nesse particular, as coisas foram muitos difíceis. Mas, agora que posso fazer o balanço dessa experiência, não tenho dúvidas de que consegui superar as dificuldades. Foram dois anos em que o modelo de jogo, os jogadores e alguns aspectos dos jogos estiveram em permanente análise. Por todos. Dirigentes, adeptos e jornalistas. Também por isso, senti necessidade de rodear-me dos melhores profissionais e orgulho-me da equipa a que dei rosto.

Objectivos à altura da história do clube

- O desafio de treinar o Benfica e de tentar reconduzir o clube aos títulos é o mais importante da sua ainda curta carreira?

- É mais um passo, muito importante e aliciante. Como foi treinar o Getafe pela primeira vez na sua história na I Divisão ou, mais tarde, ter assumido o Valência. Gosto de projectos de grande responsabilidade. No Getafe, o objectivo era a manutenção e tentar criar uma estrutura sólida que permitisse, como se verificou, o crescimento do clube, revelando novos talentos e sempre que possível com um futebol atractivo para a afición.

- Seguiu-se o regresso a Mestalla...

- A passagem para o Valência, um clube onde tinha passado como jogador, é um salto de qualidade que exige outra forma de estar com o balneário, na relação com jogadores internacionais, jogadores de elite. São desafios diferentes. No Benfica será algo parecido. É um dos grandes clubes europeus, um nome conhecido e respeitado em todo o Mundo que conta sempre com jogadores de elite. Neste caso, há que definir objectivos desportivos à altura da história do clube.

- A história do Benfica escreve-se com vitórias e título nacionais e europeus, o que não tem acontecido nos últimos anos. Está consciente de que é preciso ganhar? É isso que os adeptos lhe vão exigir...

- Todos queremos ganhar e não há quem o deseje mais do que eu. Mas devemos ser coerentes e cumprir a nossa tarefa com prudência. O presidente e Rui Costa têm ideias muito claras sobre o que é preciso fazer para recolocar o Benfica no topo. Vamos ser ambiciosos, disso podem os adeptos ter a certeza, mas temos também de ser coerentes. E, para sermos coerentes, não podemos dizer que vamos recuperar já os 20 pontos de diferença para o FC Porto. Temos de dizer que a nossa intenção é apostar já para tentar alcançar os melhores resultados possíveis, reconhecendo que vamos partir em desvantagem em relação aos nossos rivais.

ACERTAR AO MÁXIMO NAS CONTRATAÇÕES

- Como pensa inverter esse quadro?

- Temos de trabalhar muito, acertar ao máximo na contratação de novos jogadores, procurar rentabilizar o plantel e, com paciência, pouco a pouco, cumprir etapas.

- Coerência, paciência e ambição, aspectos que tem focado como essenciais sempre que analisa este novo quadro profissional em que está apostado, são compatíveis no futebol?

- São compatíveis quando o processo é bem conduzido. O que é incompatível é falar sobre isso se não houver trabalho. Quando se trabalha, a equipa está mais apta e mais próxima de subir posições. Não conheço nenhum alpinista que inicie uma escalada pelo cume. Todos começam por baixo. Por isso, devemos ser prudentes.

- Mas, insisto, os adeptos querem títulos. Tem isso bem presente, calculo?

- Há consciência de que é necessário iniciar um trabalho de base. Isso é o fundamental para o Benfica, nesta fase. Se não pensarmos assim, será mais um retrocesso. Em todo o lado, os clubes passam por ciclos de menor projecção nacional e internacional, ciclos mais ou menos decadentes. Há que estancar esse ciclo. Não se pode baixar mais e há que criar condições para voltarmos ao topo. Este ano, vamos tentar, com todas as forças, chegar lá acima, ao mais alto possível. O adepto vai poder apreciar uma equipa que vive exclusivamente para o clube e para a sua profissão. Só assim vamos atingir o êxito, embora consciente de que a fronteira entre o êxito e o fracasso pode ser um ligeiro desequilíbrio, uma escorregadela na altura de rematar à baliza, como aconteceu com John Terry na final da Champions.

- Conseguiu já interiorizar a dimensão e a importância do Benfica em Portugal?

-O Benfica é muito grande. Todo o Mundo do futebol sabe que foi o clube de Eusébio, que conquistou duas Taças dos Campeões Europeus. Tem uma história riquíssima e mais de seis milhões de adeptos só em Portugal, sem esquecer a força junto dos emigrantes. Mas o que me preocupa é a actual realidade do Benfica. A afición está algo decepcionada e precisa, muito rapidamente, de ser estimulada e animada. Como? Terá de ser a equipa a estimular os adeptos, com bom futebol e vitórias, para que o estádio esteja sempre cheio. Esse é o meu compromisso. Uma equipa competitiva, que lute pela vitória em todos os jogos e em todos os estádios, que orgulhe o clube.

ACORDO MUITO FÁCIL COM RUI COSTA

- Foram complexas as negociações com o Benfica? O que atrasou o acordo: questões financeiras ou uma clara definição do projecto?

- Foi tudo muito simples. Para mim, a questão financeira nunca foi um problema. O fundamental são os projectos, os objectivos, uma clara definição daquilo de que o clube precisa e do que nós podemos oferecer. São as questões desportivas que me movem. Entusiasma-me o trabalho de campo, os treinos, ajudar a melhorar as capacidades e qualidades dos jogadores, recuperar terreno para os adversários. Sou um treinador do relvado e gosto desse meu trabalho.

- Acredita que pode conseguir, numa época, atingir todos esses objectivos e devolver o Benfica aos títulos?

- A única coisa que posso prometer é uma equipa competitiva. Em campo, os jogadores vão saber o que devem fazer, individual e colectivamente. Os adeptos podem esperar uma equipa bem armada, compacta e competitiva. Para isso, temos de ter muita atenção à qualidade dos jogadores a contratar. E há que melhorar os que já fazem parte do plantel. Temos, todos juntos, de acertar no perfil dos jogadores que podem proporcionar à equipa esse salto qualitativo.

– Essa é também a tarefa e o principal desafio de Rui Costa, que abraça uma nova responsabilidade. Falaram sobre isso?

- Estou em total sintonia com Rui Costa, um jovem director desportivo que tem todas as condições para ser mais do que um símbolo do Benfica. Foi, sem dúvida, um dos melhores jogadores portugueses dos últimos 20 anos e tem uma coisa muito importante, que faz as pessoas grandes: é muito humilde. No campo, foi sublime, muito inteligente, e pode continuar a ser o mesmo nestas novas tarefas.

- O que mais o seduziu em Rui Costa?

- Muito inteligente, um profundo conhecimento de todos os aspectos do futebol moderno, muita experiência em grandes clubes e em Itália, está disponível para o diálogo, para a colaboração e para trabalhar em equipa. E isso é fundamental.

nÃO HÁ NOMES DE JOGADORES NO PAPEL

- Que dados já reuniu sobre o plantel? Há qualidade no Benfica?

- Conversei muito com Rui Costa, transmitiu-se a sua opinião, sempre muito profissional, agora falei com Camacho e tive oportunidade de ver cinco jogos. Todas as opiniões são positivas. Na próxima conversa, em Lisboa, com Rui Costa e o presidente, penso que posso transmitir ideias mais concretas sobre o que penso que seja o melhor para o clube. Agora, quando uma equipa fica a tantos pontos do FC Porto, naturalmente que há aspectos a melhorar. Mas, pelo que vi, há também jogadores que podem dar mais e que vão dar mais. Sobretudo os mais jovens e esse trabalho com os jovens é sempre um estímulo e uma ilusão para um treinador. Mas, para que o grupo seja forte e tenha corpo, será necessário incorporar alguns jogadores.

- É isso que os adeptos querem saber. Quais os jogadores que o Benfica deve contratar? Os nomes de Albelda, Carlos Martins, Yebda ou Caneira, por exemplo, estão nos seus planos?

- Não tenho o nome de nenhum jogador no papel. Nas conversas com Rui Costa não falámos sobre nenhum jogador em concreto. Primeiro, tenho que detectar os problemas, procurar as soluções e só a partir daí posso dar um nome a essas soluções. Aliás, para cada posição em que seja necessária uma solução, vou apresentar quatro ou cinco nomes e será sempre o clube a decidir, de acordo com as suas possibilidades económicas. A minha missão é dar nomes para solucionar o problema.

4x4x2 com máxima participação atacante

- E, pelo que já conhece do actual plantel, que modelo de jogo pode privilegiar? O 4x4x2 que utilizava no Getafe e também no Valência ou o 4x2x3x1 que também impôs na equipa che?

- Gosto desse sistema. Normalmente, não existe o sistema do treinador e o sistema do plantel. Há o treinador e o seu grupo que, em conjunto, analisam o que é melhor para a equipa. Mas sou defensor do 4x4x2, com dois jogadores bem definidos nos corredores e uma participação máxima de ataque, com dois avançados, com características de jogo diferentes e que possam complementar-se. Mas o jogo de ataque deve contar com a incorporação dos laterais, com equilíbrios... O que posso garantir é que os adeptos vão reconhecer no nosso jogo movimentos produzidos pelo nosso trabalho diário, nos treinos, o que acontecer em campo não será fruto de improvisações pontuais, mesmo que o futebol também seja o momento e a inspiração técnica de um ou outro jogador.

- O fascínio do futebol reside também na sua imprevisibilidade, num gesto técnico inesperado, por exemplo... Um golo de Maradona ou de Messi que não entram em nenhum guião. Haverá espaço para o improviso na sua equipa?

- Haverá sempre espaço para a criatividade. Mas é preciso ordem, organização, eficaz ocupação dos espaços e noção dos princípios de jogo. As minhas equipas gostam de ter a bola mas também sabem fazer rápidas transições. Fundamentalmente, defendo uma boa ocupação de todo o campo. A partir daí, são importantes as acções de apoio, de cobertura... Um jogador não deve correr mais do que o necessário e, sobretudo, deve correr bem. Deve dar sentido aos aspectos físico, técnico e táctico. E só com solidez defensiva podemos dar sentido ao nosso jogo atacante.

-Para finalizar, uma pequena provocação: aposta na vitória de Portugal no Campeonato da Europa que vai iniciar?

- Um Espanha-Portugal na final será fantástico. Portugal tem jogadores de elevado nível, falta saber como funcionará depois em bloco, como conjunto. A selecção de Espanha tem uma linha de criação e de ataque fantásticas. Com Iniesta, Cesc, Silva, Villa e Torres... Essa é a nossa fortaleza. Se conseguirmos, em termos defensivos, um forte bloco, acredito que podemos surpreender. Acredito em Sérgio Ramos para organizar lá atrás.. Penso que o ponto forte de Portugal é também a sua zona de criação e, nesse aspecto, os dois conjuntos estão bem servidos e podem surpreender no Campeonato da Europa.

Etiquetas:

posted by J G at 11:32 da manhã . | link | 2 Comentários

quarta-feira, 28 de maio de 2008

Faltam 10 Dias

Os "Blues" vão bem lançados...

Etiquetas:

posted by J G at 4:35 da tarde . | link | 3 Comentários

terça-feira, 27 de maio de 2008

Diamantino Confirmado

Segundo A Bola:
Confirmado o regresso de Diamantino Miranda à Luz. Rui Águas, director técnico do Benfica, já informou o presidente do Olhanense, Isidoro Sousa, de que o ex-capitão encarnado (na década de 80) vai integrar a equipa técnica liderada pelo espanhol Quique Flores.

O contrato de Diamantino, a assinar nas próximas horas, será válido por duas temporadas. Com esta aquisição, oportunamente anunciada pelo nosso jornal, os responsáveis encarnados visam uma injecção de mística e, paralelamente, auxiliar Quique Flores a aprofundar os seus conhecimentos sobre a realidade do Benfica e do futebol português.

Diamantino Miranda é visto como um técnico jovem, ambicioso e adepto da disciplina. Face às boas relações entre Benfica e Olhanense, ficou acordado que, como forma de compensação, os encarnados cederão jogadores, a título de empréstimo, ao emblema algarvio. Na época passada rodaram em Olhão dois jovens dos quadros do Benfica: o guarda-redes brasileiro Walter Moraes e o lateral-direito Pedro Correia.

Além de Diamantino Miranda, a equipa técnica do Benfica contará, em 2008/09, com outro adjunto português – Fernando Chalana, neste caso uma permanência: orientou as águias desde Março, após a demissão de José Antonio Camacho.

Também o nome de Carlos Mozer, actualmente sem clube, após ter abandonado o Inter de Luanda, chegou a ser equacionado para as mesmas funções, mas o facto de Quique Flores trazer o seu adjunto de confiança, Fran Escribá, limitou este cenário: a equipa técnica seria demasiado extensa.

Etiquetas:

posted by J G at 12:09 da tarde . | link | 4 Comentários

Poucas Férias

Etiquetas:

posted by J G at 10:30 da manhã . | link | 1 Comentários

segunda-feira, 26 de maio de 2008

Hassan Yebda

Ao que parece vai ser mesmo jogador do Benfica até 2012.
Sugiro uma visita à análise do Catenaccio sobre o jogador:
Hassan Yedba

Etiquetas:

posted by J G at 11:06 da manhã . | link | 5 Comentários

domingo, 25 de maio de 2008

Grande Vanessa (outra vez)

A portuguesa Vanessa Fernandes continua a bater recordes e hoje alcançou a 20.ª vitória consecutiva em etapas da Taça do Mundo, depois de vencer, pela sexta vez consecutiva, a competição de Madrid.

Etiquetas:

posted by J G at 3:25 da tarde . | link | 3 Comentários

A Vingança do Special One

«Na minha filosofia foi uma época muito má, isto porque no futebol quase ganhar é o mesmo que perder. O Chelsea quase ganhou a Taça da Liga, quase venceu a Liga dos Campeões e quase conquistou a Premier League. Quase é nada. Após dois títulos por temporada nos últimos três anos, agora foi zero título numa época. Na minha filosofia isso significa que foi uma má temporada, mas numa filosofia de derrotado isso significa uma grande época, algo que respeito»

Mourinho, claro.

Etiquetas:

posted by J G at 3:22 da tarde . | link | 11 Comentários

sábado, 24 de maio de 2008

Quique Flores é Nosso Novo Treinador: Primeiras Palavras


«Vamos ser exigentes, para defender os pergaminhos de uma equipa histórica. A partir daí vamos estar conscientes, queremos cumprir objectivos importantes, como já conseguiu o Benfica. Vamos ter ambição e a paciência necessárias para conseguirmos o máximo.»

«Ter uma equipa competitiva e dar forma desportiva a essa equipa dentro de campo são motivos mais que suficientes para assinar pelo Benfica.»

«Aos adeptos, prometo trabalho, não quero fazer promessas, por as palavras não são suficientes, temos de ter êxito. Temos de ser muito ambiciosos, mas também coerentes. Isso é muito importante.»

Boa sorte, Quique. Bom trabalho.

Etiquetas:

posted by J G at 2:20 da tarde . | link | 2 Comentários

Mais Público na Luz

Segundo dados oficiais apresentados pela Liga de Clubes, o Estádio da Luz foi aquele que maior número de espectadores recebeu ao longo da principal prova do calendário nacional.
Assim, no somatório dos jogos realizados na Luz, o Benfica contou com 580 646 pessoas no seu estádio, enquanto o FC Porto, com 579 481 espectadores, ficou na segunda posição no ranking de assistências. O Sporting, em terceiro lugar, levou 460 820 pessoas ao seu estádio ao longo da competição.

Etiquetas:

posted by J G at 2:12 da tarde . | link | 1 Comentários

Mais Curiosidades Sobre Quique Flores (Que Já Está em Lisboa)

Viciado em jogos

— Em 1989, ainda jogador, passava as tardes a jogar PC Futebol, programa informático que causava furor entre o plantel do Real Madrid: famosos ficaram os despiques entre Michel, Luis Enrique e... Laudrup. O irmão, Isidro (como o pai) e o sobrinho José (também cantor) eram os adversários preferidos. Já aí mostrava a veia: estudioso das equipas, mudava a táctica e os jogadores a cada partida. Luís Enrique partiu-lhe uma mesa de casa, num jogo mais aceso de PlayStation. Já como técnico, no Getafe, sentava-se no banco de trás do autocarro, com os jogadores, disputando grandes jogos e até um Campeonato.

Jordan como ídolo

— Louco por desporto, não só futebol, mas também padel e basquetebol. O seu ídolo é Michael Jordan. Nos estágios, Fernando Giner era o seu companheiro de quarto habitual. Não era raro adormecer ao som dos jogos de computador, com Jordan a ter lugar sempre na sua equipa de basquetebol.

Analítico e rigoroso

— «Se tivesse que criar o treinador perfeito, utilizaria tudo o que lhe ensinou Di Stéfano. De Jorge Valdano aprendeu como motivar e gerir o ânimo da equipa. «E ensinou-o a ganhar a Liga», diz Elias Israel, antigo director da Marca, no perfil que lhe traçou no blogue, em Outubro de 2005 (laducha.blogspot.com). Foi o argentino, enquanto director-geral, que lhe deu a hipótese de treinar a cantera dos merengues, onde começou a carreira;

Comentador encartado

— Desde que deixou de jogar (1997), queimou as pestanas a estudar e em análises. É respeitado pelos jornalistas, a quem trata por igual e com bom senso. Foi comentador em jornais, rádios e televisões. Da Marca à Cadena Ser e ao Canal Nou;

Lema: «Live and let live»

— «Vive e deixa viver é o seu lema», diz Elias Israel, que sublinha ser Quique marcado pela música (até pelo ambiente familiar). É apreciador, entre outros, de Elton John. Mas o jogador foi dispensado do Real Madrid por Capello (para chegar Secretário), agora técnico, «é viciado em trabalho, se lhe perguntarem qual o melhor momento do dia, é quando treina;

Afectuoso

— Muitos dos dez anos como jogador do Valência viveu-os na casa da mãe, com vista para o Estádio Mestalla. Marcaram-lhe a afectuosidade ao clube che para sempre. «Cores, bandeira, infância», é o que lhe diz Valência.


in abola

Etiquetas:

posted by J G at 5:02 da manhã . | link | 3 Comentários

sexta-feira, 23 de maio de 2008

Será Quique Flores?

Etiquetas:

posted by J G at 11:16 da manhã . | link | 2 Comentários

Quique Flores: Curiosidades

Madrugada do adeus

«Perco um cargo profissional, mas recupero a tranquilidade na minha vida pessoal», disse Quique Flores, ao ser demitido do Valência, após reunião de Direcção que terminou às quatro da manhã de 29 de Outubro último. Tinha perdido em Trondheim (0-2, Rosenborg, Champions) e no Sánchez Pizjuán, diante do Sevilha (0-3).

Marcado por Capello

Foi dispensado, ainda enquanto jogador (lateral-direito do Real Madrid), pelo técnico italiano Fabio Capello, actual técnico de Inglaterra. Foi para o Saragoça.

Família com história

Futebol e valores na família: o pai, Isidro, foi jogador do Real Madrid, a tia, Lola Flores (cantora já falecida), é um dos ícones da cultura espanhola do século XX; é sobrinho de Gento, antiga glória do Real Madrid, e... afilhado de Alfredo Di Stéfano.

Louco por Coca-Cola

É casado com Patrícia, tem quatro filhos e gosta de jogar com eles à rodada de Coca-Colas. Chegou a beber 14 por dia, depois desceu para sete...

É muito exigente

Meticuloso e perfeccionista: mesmo nas peladinhas com os amigos, em novo, exigia boas bolas e balizas com redes.

Seguro em público

Da mãe, Carmen Flores, herdou outras virtudes, a segurança e perfeccionismo em tudo o que faz, além da telegenia: está sempre à vontade e é natural diante das câmaras. Gosta de vestir bem e tem o seu estilo.

Homem moderno

«Um treinador que se fez ao computador», diz Elias Israel, ex-director da Marca, no blog pessoal: laducha.blogspot.com. «Sob um discurso pausado e humildade indisfarçável, há um competidor feroz e um ganhador nato», escreve o jornalista.


in abola

Etiquetas:

posted by J G at 11:10 da manhã . | link | 1 Comentários

quinta-feira, 22 de maio de 2008

Maradona por Kusturica

O Festival de Cannes já viu o filme de Emir Kusturica dedicado ao Deus Maradona. Brevemente há de cá chegar.
Fiquem com o trailer:

Etiquetas: ,

posted by J G at 3:04 da tarde . | link | 5 Comentários

A Canção do Euro 2008 - Enrique Iglesias CAN YOU HEAR ME

Etiquetas:

posted by J G at 2:56 da tarde . | link | 0 Comentários

Angola 2 - 3 Benfica: Vídeo

Etiquetas: ,

posted by J G at 2:33 da tarde . | link | 2 Comentários

Angola 2 - 3 Benfica


Moreira — Uma excelente mancha aos 80 minutos. Nada a fazer nos golos.

Pedro Correia — Algo desconcentrado e pouco atrevido no ataque.

Binya — Não falhou um único lance disputado e chegou a mostrar pés de veludo em situações que, a meio-campo, costuma falhar. Estará aqui um central em potência?

Edcarlos — Falhou a marcação no primeiro golo angolano.

Léo — Não sabe jogar mal. Saiu ao intervalo com queixas no tornozelo direito.

Fellipe Bastos — Raça, boa qualidade de passe, curto ou longo, e posicionamento bastante razoável. O futuro pode ser risonho.

Maxi Pereira — Marcou um golo fenomenal, na marcação de um livre directo, a 30 metros da baliza. Bela surpresa.

Nuno Assis — O pêndulo do jogo ofensivo.

Makukula — Não fez um único remate. Cerimonioso em demasia.

Mantorras — Objectivamente, pouco assustou. Mas as suas danças levaram o público ao delírio. E o gosto do público é sempre subjectivo.

Sepsi — Tentou não errar. E não errou.

Di María — Um meio-golo, velocidade e dribles que confundiram os palancas. E aplaudido, claro.

Cardozo — Um remate perigoso.

Yu Dabao — Nada a registar. f. u.

em destaque




Cristian Rodriguez
Pode ter sido o seu último jogo pelo Benfica e Rodriguez fez questão de deixar a sua marca: um golo de pura classe (2), acelerações constantes que provocaram rupturas nas linhas angolanas e tenacidade em todos os lances disputados a meio-campo. Mais uns pontos a seu favor na discussão que se avizinha pela renovação de contrato...

in abola

Etiquetas: ,

posted by J G at 2:29 da tarde . | link | 0 Comentários

Manchester United Campeão Europeu

Etiquetas:

posted by J G at 2:25 da tarde . | link | 0 Comentários

quarta-feira, 21 de maio de 2008

Manchester United - Chelsea

Etiquetas:

posted by J G at 10:07 da manhã . | link | 7 Comentários

terça-feira, 20 de maio de 2008

Programa do Benfica em Angola

15.30 h — Conferência de Imprensa de antevisão do jogo entre o Benfica e a selecção de Angola

18 h — Cerimónia oficial da inauguração da exposição «Sport Lisboa e Benfica e Sport Luanda e Benfica - 104 e 86 anos de história», no Museu Nacional de História Natural

19.45 h — Conferência de Imprensa de Pedro Mantorras

AMANHÃ

11 h — Conferência de Imprensa de promoção do kit sócio Angola

16 h — Jogo entre os juniores do Sport Luanda e Benfica vs Asa, no Estádio da Cidadela

18 h — Jogo Selecção de Angola vs Benfica, no Estádio da Cidadela

QUINTA-FEIRA

Manhã: Luís Filipe Vieira, Eusébio e dois jogadores do plantel deslocam-se a Benguela para a assinatura de um protocolo

10 às 17 h — Plantel estará em acções sociais

20 h — Jantar de confraternização e encerramento da visita, com personalidades locais. Assinatura de um protocolo entre com o Sport Luanda e Benfica

SEXTA-FEIRA

Dia livre

22 h — Regresso a Lisboa

Etiquetas:

posted by J G at 11:56 da manhã . | link | 0 Comentários

segunda-feira, 19 de maio de 2008

Nuno Gomes - O Idiota!




Nuno... É disto, mais abaixo, que estamos a falar?

Etiquetas:

posted by J G at 9:54 da manhã . | link | 35 Comentários

domingo, 18 de maio de 2008

Benfica em Cabo Verde




Como jogou o Benfica

Moreira — Capitão de equipa, no primeiro jogo a titular da época, mesmo tratando-se de um amigável. Espectacular defesa logo aos dois minutos. De resto, trabalho tranquilo.

Maxi Pereira— Exibição descolorida a lateral-direito.

Binya — Actuou a central, ao lado de Edcarlos, e foi uma excelente surpresa. Um dos melhores, embora deva atender-se à menor valia dos opositores.

Edcarlos — O patrão da defesa. Seguro, sem sobressaltos.

Léo — Não sabe jogar mal, mesmo a brincar. Bela jogada, no lance do 2-0.

Nuno Assis — Muito esforçado e combativo, mas inconsequente.

Rodriguez — Passou ao lado do jogo e saiu ao intervalo. Aproveitou:filmou a festa do público.

Freddy Adu — Grande golo de pé direito, num remate à entrada da área, aliado a uma forte entrega ao jogo e pormenores de classe. Porque não joga mais?

Cardozo — Sem inspiração. Nem de livre directo.

Sepsi — É defesa lateral, mas continua a ser utilizado, na maior parte das vezes, como médio interior. Será que o ajuda?

Yu Dabao — Esteve perto do golo em duas ocasiões, mas sem sucesso. Quer mostrar serviço.

Pedro Correia — Exibição tranquila, sem complicar.

Mantorras — Entrou e... marcou. À Mantorras.

Fellipe Bastos - «Quem é o número 13? Onde jogava?», perguntavam os adeptos. Estreia em grande do jovem brasileiro de 18 anos.
Foi rei no meio-campo

Di María - Passe para o golo de Adu, momentos de pura magia para o público delirar e uma tentativa de chapéu, desde o seu meio-campo, que quase dava golo de eleição

in: A Bola

Etiquetas:

posted by J G at 2:33 da tarde . | link | 4 Comentários

Queremos O Gabriel Alves de Volta!

http://www.petitiononline.com/gab2008/

Etiquetas:

posted by J G at 2:29 da tarde . | link | 2 Comentários

sábado, 17 de maio de 2008

2 Anos de Vida de Encarnado e Branco

Entramos hoje no 3º ano de vida deste blogue. Para trás ficam dois anos de textos, fotos, vídeos, análises, criticas, opiniões, alegrias, tristeza, centenas de comentários. Sempre com o Benfica no coração, e na mente.
Tal como no arranque há dois estamos com uma enorme competição internacional à porta. Na altura o Mundial 06 foi alvo de uma enorme cobertura aqui no blogue, e felizmente começou logo a atrair centenas de leitores.
Hoje posso prometer que o Euro 08 vai ter tratamento igual, ou melhor se possível.
A partir de hoje nas barras laterais deste blogue vou começar a publicar o calendário da competição, e links de interesse. Tudo sem esquecer a atualidade do Benfica, a principal razão de existir este espaço.
Finalmente um sincero agradecimento a todos que me visitam diariamente e que comentam com elevada, e rara, categoria as notícias, e opiniões aqui divulgadas.
posted by J G at 3:01 da tarde . | link | 11 Comentários

sexta-feira, 16 de maio de 2008

Andebol: Campeões



Benfica campeão de andebol num 3º jogo emocionante contra o ABC.
Excelente atitude dos jogadores que lutaram sempre pelo objectivo principal, e grande ambiente no pavilhão da Luz. Obrigado ao andebol do Benfica por um título. E obrigado ao treinador Donner que na minha cabeça pouco dada ao andebol é o andebol em pessoa.
Não vai ao pé, vai à mão. E o Benfica é campeão!

Etiquetas:

posted by J G at 9:45 da manhã . | link | 4 Comentários

quinta-feira, 15 de maio de 2008

Final da Taça UEFA: Outra Vez os Russos!




2-0 Zenit St. Petersburg vs. Glasgow Rangers | UEFA Cup
Colocado por 90tsunni

zenit 2 - 0 rangers

Etiquetas:

posted by J G at 12:43 da tarde . | link | 1 Comentários

quarta-feira, 14 de maio de 2008

MEDO!

José Peseiro deixou o Panathinaikos...

Etiquetas:

posted by J G at 10:25 da tarde . | link | 9 Comentários

Vieira Apresenta Rui: Léo Renova

O Presidente do Benfica apareceu visivelmente pouco à vontade numa cerimónia que teve a apresentação de Rui Costa como Director Desportivo como pretexto para se fazer um ponto da situação à baralhada nação benfiquista.

O discurso de Vieira foi fraco, nervoso, e apoiado numa cábula cuidadosamente encomendada para fazer passar a mensagem que o pior já passou e agora sim tudo se vai endireitar. Por momentos o discurso foi tão dramático e com uso dos verbos no tempo passado que cheguei a pensar que Vieira ia aproveitar para sair. Mas não. Foi tudo para amansar o povo e lançar Rui Costa às feras.

O "10" agora de fato e gravata saiu-se bem no primeiro bombardeamento de perguntas dos jornalistas e ali em minutos "resolveu" uma novela com meio ano de vida ao anunciar calmamente a renovação com o jogador Léo por mais dois anos.
Percebe-se agora todo o silêncio à volta do processo de renovação do brasileiro. Tratou-se, claramente, de um rebuçado que Vieira quis guardar para que Rui Costa começasse em alta na opinião pública encarnada. Boa estratégia para Rui ganhar pontos, mas a demonstrar pouca classe, e educação, para com Léo que durante uns tempos não soube do que seria o seu futuro.

Primeira facadinha presidencial foi a questão Eriksson. As recentes notícias dando conta da recusa do sueco em vir para Lisboa é cruel para Rui que tem de fazer aquela figura de provar que era apenas um dos possíveis treinadores. Todos percebemos que não era assim. O sueco foi abordado à confiança e deu para o torto e agora venha quem vier não se safa de ser considerada uma segunda escolha. Isso o Rui Costa sabe melhor do que ninguém.
Notei ali uma certa hesitação quando se insistiu em Quique Flores, e ter dito por duas vezes que vocês falam em tantos que acabam por acertar deu-me ideia que os esforços podem mesmo estar na direcção do espanhol.

A confirmação da contratação de Ruben Amorim, e a quase confirmação do regresso de Jorge Ribeiro, são assuntos já esperados. Eu preferia ouvir o Rui dizer que o Jorge Ribeiro é um bom jogador mas que não respeitou o clube (lembram-se do jogo na Póvoa de Varzim na época passada?) e por isso jamais voltaria a vestir a nossa camisola.

Conclusão, um Presidente em agonia, um novo Director Desportivo que se estreou com saldo nulo, uma facadinha, e um rebuçado.
Entretanto já lá vão quase dois meses e meio que Camacho bateu com a porta e não há treinador no Benfica. Uma festa de despedida, uma conferência de imprensa de apresentação, e o futuro por decidir.

Etiquetas: ,

posted by J G at 9:05 da tarde . | link | 5 Comentários

Final da Taça UEFA

Etiquetas:

posted by J G at 12:16 da tarde . | link | 0 Comentários

Tão Previsível... ( Mas mesmo Tão Previsível)

Sven-Goran Eriksson deixou de ser hipótese para o Benfica. O técnico sueco terá em mãos proposta «mais atractiva», nas palavras do seu empresário, deixando de encarar a possibilidade de regressar ao clube da Luz.

Em declarações prestadas ao enviado-especial de A BOLA a Manchester, Athole Still foi peremptório: «O sr. Eriksson recebeu nos últimos dias proposta muito atractiva e na sua mente desvaneceu-se a possibilidade de regressar ao Benfica.»

Caem assim por terra as negociações encetadas na passada semana por Luís Filipe Vieira e Rui Costa com o técnico sueco, que levaram o clube da Luz a emitir um comunicado a confirmar a existência de «conversações preliminares».
in A Bola

E agora?!
Fazemos um jogo de despedida ao... sei lá... Luís Filipe? E enche-se o estádio antes da equipa ir para Angola, e fazemos a onda, e cantamos e saltamos?!
É fantástico como ainda nem veio nenhum treinador e seja ele quem for já está tramado por não se chamar Eriksson...

Ai, ai...

Etiquetas:

posted by J G at 1:26 da manhã . | link | 9 Comentários

terça-feira, 13 de maio de 2008

Análise Por Sectores 2007/08: Guarda Redes

Quim:
Mais uma época de afirmação na Luz. Já ninguém se lembra dos dias em que a sua titularidade era discutida. Assumiu a baliza do Benfica e esteve sempre à altura das responsabilidades. Assinou uma das suas melhores épocas e é uma enorme injustiça não ser ele o dono da baliza de Portugal no Euro. Por aqui estamos seguros para o futuro.

Butt:
Teve o seu momento chave na Reboleira no jogo da Taça da Liga. Sofreu um golo muito consentido e depois desiludiu na marcação do penalti que foi destinado a si no desempate final. Ele que em tempos assinava para cima da dezena de golos na Alemanha à conta da cobrança de penaltis. Quebrado este bónus diga-se que o alemão nunca convenceu, nem transmitiu segurança à equipa acabando por sofrer golos em que deixou má imagem. Pode sair sem deixar saudades.

Moreira:
Não chegou a jogar por culpa de uma nova lesão. Esperemos que a recuperação seja total e que ainda vá a tempo de conquistar um lugar que já foi seu por direito próprio. De manter e apoiar.

Etiquetas:

posted by J G at 10:20 da manhã . | link | 1 Comentários

Estamos Sem Treinador Há 2 Meses e:

5 dias

e a época terminou há:
2 dias

Etiquetas:

posted by J G at 10:17 da manhã . | link | 0 Comentários

As Prioridades de Rui Costa

Etiquetas:

posted by J G at 9:33 da manhã . | link | 1 Comentários

Os 23 de Portugal

Guarda-redes:
Ricardo (Betis, Esp)
Quim (Benfica)
Rui Patrício (Sporting)

Defesas:
Bosingwa (FC Porto)
Paulo Ferreira (Chelsea, Ing)
Miguel (Valência, Esp)
Ricardo Carvalho (Chelsea, Ing)
Pepe (Real Madrid, Esp)
Bruno Alves (FC Porto)
Fernando Meira (Estugarda, Ale)
Jorge Ribeiro (Boavista)

Médios:
Miguel Veloso (Sporting)
Petit (Benfica)
Raul Meireles (FC Porto)
Deco (Barcelona)
João Moutinho (Sporting)
Cristiano Ronaldo (Manchester United, Ing)
Nani (Manchester United, Ing)
Quaresma (FC Porto)
Simão (Atlético Madrid, Esp)

Avançados:
Nuno Gomes (Benfica)
Hélder Postiga (Panathinaikos, Gre)
Hugo Almeida (Werder Bremen, Ale)

Etiquetas: ,

posted by J G at 12:32 da manhã . | link | 4 Comentários

segunda-feira, 12 de maio de 2008

Benfica 3 - 0 Vitória de Setúbal



E pronto, acabou-se a época 2007/08. Último jogo da temporada jogado num estádio que esta temporada pareceu estar amaldiçoado onde a vitória por 3-0 de nada serviu já que Sporting e Guimarães venceram os seus jogos como era fácil de prever.
Portanto tivemos uma noite na Luz onde se consumou um vergonhoso 4º lugar, mas que se disfarçou por força da festa que se montou à volta de despedida de Rui Costa.
E foi bonita a festa. As homenagens, as prendas, as lágrimas, a substituição, os golos dedicados, o passe para a cabeça do Katsouranis, tudo bonito.
Até o resultado de 3-0, coisa rara ultimamente para aqueles lados, tanto a vitória como os números que da última vez que figuraram no marcador da Luz traduziam vantagem para a Académica em mais uma noite negra deste Benfica.

Mais de 50 mil pessoas na Luz que mais do que acreditarem numa classificação melhor, queriam dar um caloroso aplauso carinhoso ao nosso "10". Merecido tributo das bancadas da Luz.
Quanto ao jogo o Benfica venceu bem fruto de uma motivação que fez a equipa correr pelo golo e pela vitória. Aqui o que eu não consigo entender de maneira nenhuma, e talvez algum dos comentaristas que tanto criticam estes textos me possa explicar, é porque raio de razão o Benfica não jogou desta maneira na Amadora há 8 dias quando tinha tudo para ultrapassar o Vitória!! Já nem falo das derrotas no Dragão e em casa com a Briosa, mas pelo menos na Reboleira tinhas de ter feito alguma coisa.
Não fizemos, e assim tudo isto que aconteceu nesta noite soa-me a falso, oportunismo, e vaidade.
Conseguiram fazer com que a despedida desta época fosse uma chuva de aplausos para um plantel dirigido por pessoas irresponsáveis que fizeram disparates atrás de disparates desde o primeiro dia de apresentação desta temporada que hoje termina.
Eu estive no Bessa no arranque da campanha e ainda vi o Fernando Santos no banco. Hoje ganhámos um jogo, honrámos um grande homem, e um grande jogador, mas escondeu-se a vergonha do resultado final desta desastrosa temporada.
Foram ridículos ao longo da época na maior parte das vezes, sabiam?
Posto isto, um grande OBRIGADO ao Rui Costa que nos fez sentir sempre representados dentro de campo. Ele é um dos nossos, foi um dos grandes jogadores da nossa história. E, felizmente para ele, teve mais sorte do que outros enormes craques que representaram o SL Benfica , alguns até durante mais tempo que o Rui, e que nem tiveram direito a um aceno de agradecimento digno, como foram os casos de João Vieira Pinto, ou mesmo de Michel Preud´Homme.


Árbitro: Jorge Sousa (AF Porto)

BENFICA - Quim; Nélson (Maxi Pereira, 46 m), Luisão, Edcarlos e Léo; Katsouranis; Nuno Assis (Di Maria, 64 m), Rui Costa (Binya, 86 m) e Cristian Rodriguez; Nuno Gomes e Cardozo.

V. SETÚBAL - Eduardo; Janício, Hugo, Léo Bonfim e Robson; Sandro; Elias, Filipe Gonçalves (Bruno Ribeiro, 46 m) e Ricardo Chaves (Bruno Severino, 85 m); Pitbull e Bruno Gama (Paulinho, 75 m).

Ao intervalo: 2-0

Golos: 1-0, Katsouranis (25 m); 2-0, Cardozo (38 m); 3-0, Nuno Gomes (88 m).

Etiquetas: ,

posted by J G at 1:15 da manhã . | link | 10 Comentários

domingo, 11 de maio de 2008

Rui Costa e os ... The National

O Benfica faz parte da minha vida na medida em que todos os dias vivo o clube. Nasci há 35 anos e vivo há mais de 30 em Benfica, bem perto do(s) estádio(s) da Luz. Significa isto que foi sem dificuldade que comecei a ir à Catedral ver o Benfica jogar. Estou a falar do fim dos anos 70. Nas décadas de 80 e 90 vi quase todos os jogos do Benfica em casa. Os do campeonato, os da Taça, ou europeus, os particulares, os de apresentação e até os de reservas. Eu quando digo quase todos não estou a brincar, nem a exagerar. Vi mesmo quase todos. Sou capaz de apontar quais não pude ver e as razões. Como um contra o Guimarães num dia de semana à noite depois de Vale e Azevedo ter ganho as eleições e que vencemos por 1-0 perto do fim. Não fui porque tive de fazer um exame de Filosofia no ensino nocturno. É só um exemplo.
Mas vi jogos que muito poucos leitores pode dizer que assistiu como a segunda mão da negra eliminatória com o Celta, ou um jogo à noite com o Amora para a Taça em que os irmãos Ribeiro jogaram juntos. Mas para trás lembro de ver o Régua na Luz para a Taça, por exemplo.

Outra paixão da minha vida é o mundo da música. Os concertos ao vivo. Curiosamente em 1986 vi aquele que terá sido o primeiro festival de estádio da minha vida e vejam lá que aconteceu precisamente na Luz com Bryan Adams e Bonnie Tyler em destaque.
Como o leitor deve perceber ao longo destes anos fui confrontado muitas vezes com a história das opções. Concerto de grandes bandas marcados para a mesma hora de um jogo do Benfica. A situação foi agravando nos últimos anos com a chegada do horrível futebol moderno que é escravo das datas e horários das televisões pagantes. Hoje em dia nunca se sabe com antecedência quando é precisamente o jogo do Benfica. Sendo que na minha vida a primeira coisa a saber antes de se combinar seja o que for é a hora e data que o Benfica entra em campo, esta indefinição de horas e datas matam-me aos poucos. Nunca sei se me posso comprometer com um jantar de anos de alguém, ou um fim de semana fora. E então com concertos ainda pior.
Aconteceu-me na última visita dos Depeche Mode a Portugal ter comprado o bilhete com antecedência para não ficar apeado. Tudo combinado com amigos, um deles o meu companheiro de longa data de jogos na Luz, e a poucos dias do concerto a notícia mais temida: o jogo contra o Nacional para a Taça (que foi para penaltis) foi marcado para a mesma hora do concerto. Fui para o pavilhão Atlântico e passei o concerto todo a pensar que nunca mais faria aquilo tal era o sofrimento de saber que o SLB ia decidir a sua sorte nos penaltis.

Mas esta foi a excepção da minha vida. Porque há muitos casos em que foi sempre ao contrário. Desprezava o concerto e ia para a Luz. E nunca fiquei com remorsos. Nunca.
Nem na distante noite de 6 de Fevereiro de 1994 quando assumi que ia faltar ao concerto dos Nirvana, "apenas" a minha banda de eleição por aqueles dias, para ir à Luz apoiar o Benfica contra o FC Porto. O que aconteceu a seguir com a banda de Seattle já todos conhecem, mas a vitória categórica do SLB nessa noite contra o FCP fez com que nunca me arrependesse da difícil decisão que tomei.
Era assim o Benfica, fazia valer a pena todos os esforços que fazia por ele. Sempre.

Mesmo nos anos mais negros lá estava eu na última jornada em casa a ver o SLB acabar a época em lugares ridículos. Nem que fosse só para chutar a temporada para longe.

Hoje termina mais uma temporada para o Benfica. Infelizmente hoje vivemos novamente os dias negros de pesadelo que não há muito tempo nos abalaram, e que eu pensei terem desaparecido para sempre. Pelos vistos depois daquele período negro ainda é possível o Benfica terminar um campeonato em 4º (!!) lugar. Ainda é possível terminar um campeonato atrás de uma equipa que um ano antes estava a festejar uma subida de divisão. Ainda é possível terminar uma época sem treinador, nem rumo, no banco. Pelos vistos ainda é possível terminar um campeonato com um sabor amargo na boca, com o coração triste e despedaçado, e esmagados pelo nosso passado glorioso que nos reservava quase sempre para este mês de Maio festas lindas, e alegrias enormes. Hoje em dia até os dias de Maio são cinzentos e chuvosos, como a situação do Benfica.

Este final de época do Benfica é desastroso, vergonhoso, e embaraçoso. É preciso não esquecer que estamos a falar de uma temporada em que no mês de Agosto nos foi anunciado o melhor plantel do SLB da última década! Os jogos em casa nesta temporada foram absolutamente desastrosos.
Peguemos no exemplo dos jogos contra o adversário de hoje. Paguei para ver (só nesta época!) jogos contra o Setúbal por três vezes!! Duas idas ao Bonfim, e uma vez na Luz. Pois esta equipa do Benfica não me conseguiu recompensar com uma única vitória. Incrível, não acham? Dois pontos perdidos no campeonato e uma eliminação da Taça da Liga. Hoje querem encher o estádio para receber o Setúbal.

Na última jornada o Benfica teve a oportunidade histórica de se apurar novamente para a Liga dos Campeões onde tem sido presença habitual nos últimos anos com prestações dignas, deixando para trás tempos quem nem se conseguia apurar para a UEFA. Há oito dias o Benfica foi à Amadora e "só" tinha que ganhar para garantir que ficaria a depender de si para estar no sorteio da Champions daqui a uns meses. O mais complicado foi feito pelo Belenenses que caridosamente roubou 2 pontos ao Vitória de Guimarães oferecendo de bandeja o 3º lugar ao Benfica. O nosso destino era aquele, salvar a desgraça com mais um apuramento para a competição mais importante de clubes.
Pois bem, o que fizeram os jogadores do Benfica liderados por Rui Costa, hoje figura principal do dia?
NADA!!!!!! NADA!!!! ABSOLUTAMENTE NADA!!!!!!!
Porquê? Não sei... Foi das maiores vergonhas, e desilusões que senti na minha vida de benfiquista, e que infelizmente tem estado recheada delas.
Aquilo que eu vi há dois na Reboleira foi uma falta de respeito enorme pela nosso emblema , pela nossa história, pela minha vida dedicada ao Benfica.
E que aconteceu?
Ora, simplesmente acenou-se com o regresso de Eriksson, obrigou-se o Rui Costa a fazer uma das figuras mais infelizes que me lembro de ver um jogador fazer. Dizer aos media de manhã para respeitarem Rui Costa - o jogador, para depois o meterem num avião para Manchester de fato e gravata é não respeitar os adeptos, é não respeitar o Rui Costa, e pior , é o exemplo prático do que já todos desconfiamos: Rui Costa é apenas um escudo na mão do Presidente do clube. Coitado do Rui.

Sobre a exibição da Amadora? Nada. Leio o Nuno Gomes, e o Mantorras, a falarem de milagres para a última jornada, vejo estupefacto os apelos à nação encarnada para se esgotar a Luz hoje. E porquê? Porque é o último jogo do Rui Costa.
É? E então?! Vamos todos à Luz fazer uma enorme festa, chorar imenso, cantar o nome do Rui Costa, e voltamos felizes para casa?
Realmente a única coisa que funciona bem nesta direcção é o marketing. Aí tiro o meu chapéu, que não uso mas até podia usar para disfarçar a careca. Transformar um jogo triste que nos vai dar um vergonhoso e embaroçoso 4º lugar numa grande festa ... é de mestre. Ou de maestro, como preferirem.

E anunciam-se 50 mil espectadores. Pasme-se o leitor, 50 mil pessoas na Luz!! Onde estavam, vamos lá, metade deles quando o Benfica precisou de ganhar em casa jogos complicados nos meses de inverno?! No sofá, ou no café. Ah, mas hoje é a festa, caramba! Se o Vieira inventar um Kit chamado "Sempre em Festa" vai ver o sucesso que tem entre estes adeptos. Festa do quê? Não interessa, a chave aqui é a palavra festa.

Tenho vergonha do circo que se montou à volta do jogo de hoje.
Tenho vergonha mas iria marcar presença como sempre. Aliás, já paguei a minha presenºa no estádio hoje, uma vez que pago o lugar cativo na Luz que engloba todos os jogos do campeonato.
Mas não vou. Não, não é por birra.
Não vou porque pensei que o jogo de hoje seria jogado à tarde como sempre foi a vida toda. Ao menos a última jornada era jogada à tarde. Infelizmente os poderosos do nosso futebol conseguiram inventar uma maneira de marcar o jogo de hoje para depois das 8 da noite.
Azar dos azares há outra acontecimento em Lisboa depois do jantar que muito me diz. É o regresso dos The National a Portugal, para um primeiro concerto em nome próprio numa sala de Lisboa. Quando soube do concerto há meses quis logo garantir a minha presença. Grandes canções, grandes letras, grandes discos, música que faz parte da minha vida para ser vista e ouvida ao vivo na Aula Magna. Imperdivel.
O Benfica joga à mesma hora? Paciência! Vou abrir nova excepção na minha vida, troco um jogo do Benfica por um concerto.
E , como sempre, tenho a absoluta certeza que não me vou arrepender nadinha. Que argumentos na balança do meu coração tem o Benfica para eu decidir por uma presença na Luz? Nenhuns! É o jogo de consagração do 4º lugar. Dispenso, meus amigos. Obrigado, mas dispenso.

Ah!! É verdade... Mas é a despedida do Rui Costa. Então aqui ficam umas linhas sobre Rui Costa.
Adoro o jogador, não haja dúvidas. Respeito e admiro muito o Rui Costa. Grande jogador, excelente postura fora de campo, sempre ligado e assumido ao Benfica, e uma figura que merece todos os elogios.
Mas eu não consigo elevar o Rui ao céu dos deuses benfiquistas. É muito complicado para mim perceber o porquê deste louvor todo à volta de um grande jogador que defendeu as cores do meu clube nos últimos 15 anos por ... 4 temporadas, falando de futebol profissional, claro. Dessas 4 temporadas sagrou-se campeão por 1 vez e no jogo decisivo de Alvalade esteve sentado no banco de suplentes. Nos últimos dois anos representou o Benfica para terminar a carreira. Na época passada passou mais tempo, infelizmente, lesionado do que a jogar, e esta temporada esteve no seu melhor nível mas já não chegou para evitar um vergonhos 4º lugar, um afastamento da UEFA pelo Getafe, e uma derrota em Alvalade para a Taça onde foi a cara da desorientação técnica a partir do 1-2.
Tudo bem, é uma grande figura do nosso universo, mas o que lhe estão a fazer hoje não é uma festa, é um circo. Um circo para disfarçar uma horrível campanha. Um circo para enganar tolos e transformar um momento embaraçoso num momento de grande festa. Não concordo com isto, e tenho pena que o Rui vá nesta conversa. A minha esperança é que o Rui se esteja a fazer de parvo e a fingir que não está a perceber que apenas está a servir de escudo e tampão presidencial para acalmar ânimos. Espero que ele esteja a engolir todas estas palhaçadas para depois dentro da estrutura deixar cair os responsáveis por este momento horrível do clube e ele ter um papel determinante na nossa recuperação. Quero acreditar nisto, mas confesso que está a se difícil.

Perguntarão vocês; mas então o homem não merece uma festa de homenagem? Ok, pode até merecer. Mas essas festas para homenagear uma retirada de um jogador fazem-se nos momentos certos, nas horas certas, e em eventos pensados com esse propósito. Temos dezenas de exemplos de grandes jogadores mundiais que sairam e que tiveram direito ao seu jogo de despedida, mas foram sempre jogos particulares, não foram jogos a doer.
Faça-se então aí um jogo contra o Milan, ou Fiorentina, encha-se o estádio e destaque-se o "10" com mimos e carinhos para ele ter a festa que merece. Não se aproveite um momento péssimo do clube para nos acenarem com a partida do maestro.
Por mim, a despedida ao Rui Costa - o jogador, está feita. Foi em Alvalade na noite em levámos 9 mil dos nossos à casa do rival e que ele e os seus companheiros não souberam estar à altura da ocasião e sairam envergonhados do relvado, e nem se dignaram a correr até à nossa bancada. Foi uma despedida triste, sim. Mas foi uma despedida à imagem do seu regresso ao Benfica.
E agora vão ouvir o "Boxer" dos The National e digam lá que não tenho razão.

Etiquetas: ,

posted by J G at 3:17 da tarde . | link | 15 Comentários

Benfica - Vitória de Setúbal

Estádio da Luz
20h15 | sport tv2

Jorge Sousa [AF Porto]
José Ramalho + JoséLuís Melo

Benfica
treinador Fernando Chalana

12 | Quim GR
22 | Nélson LD
4 |Luisão DC
3 | Edcarlos DC
5 | Léo LE
8 | Katsouranis MD
14 | Maxi Pereira MO
26 | Rodríguez MO
10 | Rui Costa MO
21 | Nuno Gomes AV
7 | Cardozo AV

-

24 | Butt GR
33 |Sepsi LE
18 | Binya MD
25 | Nuno Assis MO
20 | Di María AD
9 | Mantorras AV
38 | Makukula AV

Setúbal
treinador Carlos Carvalhal

77 | Eduardo GR
14 | Janício LD
3 | Hugo DC
4 | Robson DC
17 | Jorginho LE
6 | Sandro MD
10 | Filipe Gonçalves MO
16 | Ricardo Chaves MO
8 | Elias AD
7 | Bruno Gama AE
87 | Pitbull AV

-

25 | Milojevic GR
50 | Léo Bonfim DC
13 | Adalto LE
18 | Paulinho LD
11 | Bruno Ribeiro MD
29 | Bruno Severino AV
19 | Leandro AV

Etiquetas: ,

posted by J G at 1:46 da tarde . | link | 0 Comentários

sábado, 10 de maio de 2008

Brasileirão Começa Hoje: Quem Sucede ao São Paulo


Etiquetas:

posted by J G at 1:00 da tarde . | link | 2 Comentários

Grandes Campeonatos Europeus: O Que Falta Decidir

Inglaterra

Devido ao melhor saldo de golos, Man. United é campeão caso vença o Wigan, mesmo se o Chelsea derrotar o Bolton

Espanha

Atlético Madrid, Sevilha e Santander lutam pelo 4.º lugar, que dá acesso a uma pré- -eliminatória da Champions

Alemanha

Dos cinco clubes envolvidos na luta pela manutenção, só dois terão o privilégio de continuar na elite do futebol germânico

Itália

Inter campeão se vencer o Siena

Etiquetas:

posted by J G at 12:36 da tarde . | link | 1 Comentários

sexta-feira, 9 de maio de 2008

A Maior Palhaçada de Sempre do Nosso Futebol...

Pinto da Costa é suspenso por dois anos e o FC Porto perde seis pontos; Boavista desce à Liga de Honra e João Loureiro é suspenso por quatro anos; o presidente do U. Leiria, João Bartolomeu, cumpre suspensão de um ano.

Suspensão por dois anos para Pinto da Costa; subtracção de seis pontos ao FC Porto na classificação da Liga e multa de 150 mil euros para a SAD azul e branca. Estas as decisões da Comissão Disciplinar da Liga de Clubes, no denominado processo “Apito Final”.

Recorde-se que o FC Porto era acusado de tentativa de corrupção ao árbitro dos jogos com Beira-Mar e Estrela da Amadora, na época 2003/04, incorrendo por isso numa penalização de perda de seis pontos, enquanto Pinto da Costa incorria em suspensão por dois anos, penas agora aplicadas.

Boavista desce de Divisão; João Loureiro suspenso por dois anos

Acusado de coacção sobre a equipa de arbitragem de três jogos disputados em 2003/04 – com Benfica, Belenenses e Académica –, o Boavista foi condenado com pena de despromoção à Liga de Honra, enquanto João Loureiro cumpre dois anos de suspensão.

Suspensão de um ano para João Bartolomeu

O presidente do U. Leiria, João Bartolomeu, foi suspenso por um ano, enquanto a SAD leiriense foi multada em 40 mil euros. Em causa está o jogo com o Belenenses, na época de 2003/04, relativamente ao qual o emblema da cidade do Lis e o seu máximo dirigente eram acusados de corrupção na forma tentada.

Augusto Duarte suspenso por seis anos

O árbitro Augusto Duarte foi suspenso por seis anos, acusado de tentativa de corrupção no jogo entre Beira-Mar e FC Porto da época 2003/04. O juiz de Braga está também a ser julgado no processo judicial denominado «Apito Dourado», por corrupção desportiva passiva.

Etiquetas:

posted by J G at 3:47 da tarde . | link | 6 Comentários

Só Mais Uma

No Andebol estamos a uma vitória do título contra o ABC.
Força!

Etiquetas:

posted by J G at 12:51 da tarde . | link | 2 Comentários

Bergessio Arrasa River!

River Plate fora da Libertadores com Bergessio a fazer os dois golos do San Lorenzo! Tendo em conta que o San Lorenzo acabou com 9 jogadores e o River era favorito na competição, os dois golos de Bergessio ganham mais destaque:

Etiquetas: ,

posted by J G at 11:44 da manhã . | link | 12 Comentários

quinta-feira, 8 de maio de 2008

AH AH AH AH AH AH

O Porto e Benfica são os únicos clubes da Liga com os salários do mês de Abril regularizados, revelou hoje o presidente do Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF).

Clubes com salários em atraso

Liga
Naval (Metade de Abril)
V. Guimarães (Abril)
Sporting (Abril)
Sp. Braga (Abril)
V. Setúbal (Abril)
Marítimo (Abril)
Belenenses (Abril)
Académica (Abril)
Leixões (Abril)
U. Leiria (Abril)
P. Ferreira (Abril)
Nacional (2 meses)
Boavista (2 meses mais 60 por cento de um outro mês)
E. Amadora (3 meses)

Etiquetas:

posted by J G at 6:24 da tarde . | link | 8 Comentários

BI Sven-Goran Eriksson

Nome
Sven-Goran Eriksson

Data de nascimento
5 de Fevereiro de 1948 (60 anos)

Naturalidade
Torsby, Suécia

Posição enquanto jogador
Lateral-direito

Clubes como jogador
Torsby IF (1966/71); SK Sifhalla (1971/73) e KB Karlskoga (1973/75)

Percurso como treinador
1977/78 – Degerfors IF

1979/82 – IFK Gotemburgo

1982/84 – Benfica

1984/87 – AS Roma

1987/89 – Fiorentina

1989/92 – Benfica

1992/97 – Sampdoria

1997/01 – Lazio

2001/06 – Selecção de Inglaterra

2007/08 – Manchester City

Títulos
IFK Gotemburgo
1 campeonato (81/82), duas Taças da Suécia (79/80 e 81/82) e 1 Taça UEFA (81/82)

Benfica
3 campeonatos (82/83, 83/84 e 90/91), 1 Taça de Portugal (82/83), 1 Supertaça de Portugal (88/89)

AS Roma
1 Taça de Itália (85/86)

Sampdoria
1 Taça de Itália (93/94)

Lazio
1 campeonato (99/00), 1 Taça de Itália (97/98), 2 Supertaças de Itália (97/98 e 99/00), 1 Taça dos Vencedores das Taças (98/99), 1 Supertaça Europeia (99/00)

Total títulos

5 campeonatos

6 taças

3 supertaças

1 Taça UEFA

1 Taça das Taças

1 Supertaça Europeia

Jogos relevantes

Finalista pelo Benfica na Taça UEFA (82/83) e finalista pelo Benfica na Taça dos Campeões Europeus (89/90)

Balanço no Benfica

233 Jogos

159 Vitórias

47 empates

27 derrotas

Etiquetas:

posted by J G at 9:28 da manhã . | link | 4 Comentários

quarta-feira, 7 de maio de 2008

Sven-Göran Eriksson a Caminho da Luz

Sabe-se agora que a última cartada de Vieira para se agarrar à cadeira da Luz é o regresso de Sven-Göran Eriksson, o sueco que já foi feliz em Lisboa por duas vezes.
Já há imagens, vistas na SIC, de Rui Costa e Luís Filipe Vieira juntos a tentarem o ex treinador do Manchester City.
Aguardemos mais desenvolvimentos.

Etiquetas:

posted by J G at 8:37 da tarde . | link | 15 Comentários

Já Só Falta 1 Mês Certinho!

Etiquetas:

posted by J G at 2:01 da tarde . | link | 2 Comentários

terça-feira, 6 de maio de 2008

Alternativas

Não vejo o Dia Seguinte da SIC Notícias, mas hoje já vários companheiros me alertaram para a postura diferente de Fernando Seara.
Não admira. O homem de Sintra deve estar a preparar o assalto à cadeira do poder. Depois das suas criticas terem sido caladas com a oferta (logo aceite) de director do Jornal do Benfica, agora que para o seu lugar entrou José Nuno Martins, é de esperar ver Seara ao ataque.

Etiquetas:

posted by J G at 5:22 da tarde . | link | 5 Comentários

Até no Andebol

A modalidade que está mais perto de fazer um brilharete também vive dias agitados. Em plena fase de disputa da final do campeonato nacional o Benfica não vai renovar com o seu treinador Aleksander Donner! Tudo se deve «a questões internas do Benfica», diz Fernando Tavares.
Fascinante. Haja coerência.

Etiquetas:

posted by J G at 2:21 da tarde . | link | 4 Comentários

Contratações na Época Negra

Etiquetas:

posted by J G at 2:13 da tarde . | link | 2 Comentários

Números de Uma Época Negra

Etiquetas:

posted by J G at 2:07 da tarde . | link | 1 Comentários

segunda-feira, 5 de maio de 2008

Estrela da Amadora 0 - 0 Benfica



Onde está o melhor plantel dos últimos 10 anos?
Onde estão os jogadores que deram quase a certeza ao bom do Chalana que iam ganhar na Amadora?
Onde está o Benfica?

Eu não sei, e não tenho respostas. Na semana passada não vi a vitória sobre o Belenenses porque não estava cá. Esta semana não arrisquei ir à Amadora porque já desconfiava que ia acontecer algo parecido.
Qualificarem-se para a melhor competição do mundo de clubes não lhes dá motivação suficiente para ganharem um jogo na Reboleira? Então, meus amigos, não sei o que é que andamos aqui todos a fazer diariamente a discutir uma equipa que nos dias que correm não representa a nossa educação benfiquista, e que se está nas tintas para a nossa paixão por aquele emblema tão lindo.

Nenhum daqueles rapazes quer saber do nosso sofrimento para nada. Nós, sócios e adeptos, é que passamos 90m a roer unhas e a falar sozinhos questionando o óbvio: se o Vitória não consegue vencer no Restelo o que é que estes senhores do SLB estão à espera para fazer um golo passar o Vitória e na última jornada confirmar mais um apuramente para pré eliminatória da Champions? Não quiseram porquê?! Preferem a UEFA logo em Agosto? Rapazinhos esquisitos , hã?
Fartaram-se de ver as estrelas da UEFA a decorar o nosso estádio? Não querem ter no nosso relvado os putos a abanar a bandeira em forma de bola do simbolo da Liga dos Campeões?
Está tudo doido?
Estão-se positivamente a cagar para o Benfica, sendo que aqui o Benfica somos nós. Nós os que andamos atrás deles, nós os que mantemos blogues como este, nós os leitores que todos dias discutem, sentem, e opinam sobre o Benfica.

É triste , muito triste.
Mas, no entanto, perfeitamente previsível.

Etiquetas: ,

posted by J G at 1:38 da manhã . | link | 15 Comentários

domingo, 4 de maio de 2008

Estrela - Benfica

Estádio José Gomes

19h15 | sport tv 1

Pedro Proença [AF Lisboa]

Tiago Trigo + André Campos

Estrela da Amadora

treinador DAÚTO FAQUIRÁ

1 | Nélson GR

2 | Rui Duarte LD

34 | Wagnão DC

15 | Maurício DC

20 | Hugo Carreira LE

16 | Fernando MD

10 | Mateus MO

30 | Tiago Gomes MO

7 | Pedro Pereira AD

5 | Ndiaye AE

9 | Anselmo AV

25 | Pedro Alves GR

55 | Hélder Cabral LE

26 | Celestino MD

28 | Goianira MD

14 | Marco Paulo MO

23 | Mendonça AD

77 | Giancarlo AV


Benfica

treinador Fernando Chalana

12 | Quim GR

22 | Nélson LD

4 | Luisão DC

3 | Edcarlos DC

33 | Sepsi LE

6 | Petit MD

14 | Maxi Pereira MD

26 | Rodríguez MO

10 | Rui Costa MO

21 | Nuno Gomes AV

7 | Cardozo AV

1 | Moreira GR

17 | Zoro DC

18 | Binya MD

25 | Nuno Assis MO

20 | Di María AE

9 | Mantorras AV

38 | Makukula AV

Etiquetas: ,

posted by J G at 3:39 da tarde . | link | 2 Comentários

sábado, 3 de maio de 2008

Na Amadora

Etiquetas:

posted by J G at 3:18 da tarde . | link | 0 Comentários

Convocados Para a Amadora

Guarda-redes: Quim e Moreira.

Defesas: Nélson, Luisão, Edcarlos, Zoro e Sepsi.

Médios: Binya, Rui Costa, Di María, Rodriguez, Maxi, Petit e Nuno Assis.

Avançados: Nuno Gomes, Makukula, Mantorras e Cardozo.

Etiquetas:

posted by J G at 3:15 da tarde . | link | 5 Comentários

sexta-feira, 2 de maio de 2008

SLB / PSP Medo de Quê?!?

Um dia ainda escrevo sobre esta assustadora e intrigante cumplicidade entre esta Direcção do SLB e a PSP.
Hoje uma achega só. Vem isto escrito n'A Bola:
Um grupo de seis elementos da PSP assistiu ontem ao treino, realizado no campo número 3 do centro de estágios e formação do clube, no Seixal. Presumiu-se que, por se tratar de um feriado e a eventual presença de mais adeptos nas imediações do recinto tivesse levado os encarnados a pedir reforço policial, à luz dos acontecimentos recentes, mas a SAD fez questão de informar que os agentes deslocaram-se ao complexo de livre vontade, pedindo aos responsáveis da segurança para presenciar a sessão orientada por Chalana.

E ninguém acha isto estranho? Ninguém diz nada? Somos o clube do regime policial?

Etiquetas:

posted by J G at 10:52 da manhã . | link | 5 Comentários

Haja Pachorra...

LUÍS FILIPE VIEIRA, em parceria com Joe Berardo, está a dar os primeiros passos para criar um fundo destinado à contratação de jogadores. 50 a 60 milhões de euros é o valor pretendido para conquistar reforços... galácticos.
in A Bola

Etiquetas:

posted by J G at 10:47 da manhã . | link | 3 Comentários

quinta-feira, 1 de maio de 2008

Final Liga dos Campeões

Manchester United - Chelsea
Que época tão má! Espero que o Euro me dê umas alegrias.

Etiquetas:

posted by J G at 5:18 da tarde . | link | 3 Comentários