Encarnado e Branco

TVGolo.com - Novos Golos

sábado, 28 de fevereiro de 2009

105 ANOS!

desde 1904...
Parabéns GLORIOSO!

Etiquetas:

posted by J G at 2:37 da tarde . | link | 0 Comentários

Benfica 2 - 1 Leixões



Vitória tão importante quanto suada.
Desta vez chegámos ao intervalo a vencer. Até jogámos bem, o Nuno Gomes até marcou um golo, estivemos a vencer por 2-0.
Mas a atracção pelo abismo é enorme e lá terminámos com o coração na boca a ver Ruben Amorim e Carlos Martins a saírem lesionados, e o Leixões a crescer, a marcar e a tentar novo empate.
Desta vez correu bem, fizemos 3 pontos e é esperar a ver o que sai da cimeira dos amiguinhos mais logo no Dragão.
Ganhámos no fim de semana de aniversário, estamos vivos, estamos na luta.
Viva o Benfica!

Etiquetas: ,

posted by J G at 2:28 da tarde . | link | 1 Comentários

Taça da Liga

A final da Taça da Liga vai ser disputada dia 21 de Março, pelas 19h45, no Estádio do Algarve. A liga de clubes comunicou o local e hora do Sporting-Benfica esta sexta-feira. A partida será transmitida pela «SIC».

Etiquetas: ,

posted by J G at 2:50 da manhã . | link | 0 Comentários

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Benfica - Leixões

Etiquetas: ,

posted by J G at 12:14 da tarde . | link | 0 Comentários

Escândalos

Cláudio Pizarro, do Werder Bremen, que na quinta-feira marcou dois golos, é acusado de tráfico de menores.

O jogador peruano Cláudio Pizarro encontra-se alegadamente envolvido numa transferência ilegal de um adolescente para o Bayern de Munique.

Em Espanha o jogador Carlos de La Vega do Rayo Vallecano, da segunda divisão, dois ex-futebolistas do Hércules e dois ex-empresários de futebol foram detidos, por acusações tráfico de droga.

Etiquetas:

posted by J G at 12:12 da tarde . | link | 4 Comentários

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Convocados Para Receber o Leixões

Guarda-redes: Moreira e Quim;

Defesas: Luisão, Maxi Pereira, David Luiz, Jorge Ribeiro e Miguel Vítor;

Médios: Reyes, Katsouranis, Balboa, Aimar, Rúben Amorim, Urreta, Binya, Di María e Carlos Martins;

Avançados: Cardozo, Mantorras e Nuno Gomes.

Etiquetas:

posted by J G at 6:46 da tarde . | link | 0 Comentários

Dois Amigos

Um amigo pede ao outro, um bocado otário, para anteciparem um jogo que estava marcado para domingo. Fica acertado para sábado. Isto porque o amigo pedinte tem outros jogos na 3ª feira antes, e na quarta feira depois.
O amigo otário vai na conversa e, como sempre, muito querido aceita tudo.
Quando faltam dois dias para o jogo de amigos, o amigo pedinte resolve fazer um pedido de adiamento a outro amigo, o tal que ia jogar na quarta feira. Pedido, claro.
Moral da história; o amigo otário jogou na quarta feira antes do jogo e vai ter de ir a casa do amigo pedinte no sábado que , por sua vez, já está a descansar desde terça feira à noite, e depois do jogo de sábado fica com uma semana livre.
Há amigos mesmo otários, não há?!

Etiquetas:

posted by J G at 3:14 da tarde . | link | 10 Comentários

Obrigado ... Lags.

Ia a escrever Obrigado Bayern, mas não fazia sentido. É preciso reconhecer que a lagartada é inexcedível no que toca a animar a malta.
Na época passada garantiram presença na Champions e nós fomos parar à UEFA como resultado de uma época conduzida por Fernando Santos, Camacho , e Chalana. Tudo bem.
Desde aí que é ouvi-los a perguntarem a meio da semana onde está o SLB na Champions? Com quem joga? Mesmo que pelo meio tenham levado 2-5 em casa num jogo de grupos, eles não desanimaram.
Chegaram aos 1/8 de final e logo um dos objectivos da época estava cumprido. Olharam para a frente e sonharam com os feitos recentes dos vizinhos do lado quando na mesma fase afastaram os campeões europeus em título com épico 3-0 no fecho da eliminatória.
Fizeram anúncios televisivos que o país inteiro via nos intervalos dos jogos até ontem que diziam: "queremos passar". Sonhavam com uma noite de glória na Champions como nunca tiveram.

Para entristecer um pouco mais as coisas ainda andava no ar a ressaca do triste derby que perdemos. O ânimo para ver futebol é quase nulo. Perder naquela casa é pior, e menos provável, que perder na Trofa como diz a estatística.
Na 3ª feira à noite o grande cartaz do Inter-United devolveu-me a vontade de ver futebol. Entretanto o frango do Helton devolveu-me o sorriso.
Mas o melhor está sempre guardado pelos lags. Por isso temos mesmo que os estimar. Ninguém, no mundo todo, tem um vizinho rival assim como nós. São atenciosos de mais. Quando nós estamos mesmo deprimidos eles não perdem tempo e aparecem enormes, em grande. Não fazem a coisa por menos.
Acordam e pensam que nós andamos mesmo em baixo e vão ter que fazer algo de bonito. Deviam mudar o slogan do tal anúncio para "Queremos agradar".
Se me perguntassem ontem o que me faria rir à noite eu diria modestamente uma vitória do Bayern. Eles vão mais longe e resolvem levar mais 5 em casa perante o olhar de gozo do resto da europa. Só que desta vez ficaram a zero!

Até ontem, apenas 4 clubes europeus tinham perdido no seu estádio por 5 ou mais golos de diferença – Werder Bremen, Galatasaray, Sturm Graz e Monaco – e todos com o mesmo desfecho: 5-0. O Sporting quis mostrar a sua grandeza e juntou-se a este grupo de elite.
Ou seja, em poucos meses bateram por duas vezes o seu record de goleada europeia no WC!
Caramba, até fico emocionado. Devolveram-me o sorriso. Não, o sorriso não. Devolveram-me as gargalhadas.
Um gajo a ver bola rói as unhas, enerva-se, exalta-se, grita, discute, festeja, acredita, dúvida, salta, sorri... isto tudo a ver o seu clube. Mas para soltar alegres, e sentidas, gargalhadas durante um jogo só mesmo com o nosso rival de sempre. Bem hajam.
E boa viagem a Munique!

Etiquetas:

posted by J G at 10:23 da manhã . | link | 22 Comentários

Grande Liverpool

Mesmo sem Steven Gerrard o Liverpool foi a Madrid arrancar importante triunfo a caminho da sua 6ª Taça dos Campeões. No Bernabéu jogaram os vencedores de 15 títulos europeus.

Etiquetas:

posted by J G at 10:01 da manhã . | link | 0 Comentários

A Vergonha da Capital na C.L.




Mas porquê?

Etiquetas:

posted by J G at 9:56 da manhã . | link | 2 Comentários

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Aí Está ele

Benfica-Leixões vai ser dirigido por Lucílio Baptista.

Etiquetas: ,

posted by J G at 4:42 da tarde . | link | 0 Comentários

Hajudk


O Hajduk venceu a "guerra" com o Dinamo e eu gosto de ver que a afinidade com os vencedores continua intacta como o Tudo se Resolve documenta.

Etiquetas:

posted by J G at 11:53 da manhã . | link | 4 Comentários

Deixem Jogar o Cardozo!

Etiquetas: ,

posted by J G at 11:38 da manhã . | link | 1 Comentários

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Hoje há Champions

Bola a sério com o Inter-Manchester.

Etiquetas:

posted by J G at 4:27 da tarde . | link | 1 Comentários

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

O Clube Diferente Visto Pelo Pedro Ribeiro

Para ler n'os dias úteis.

Etiquetas: ,

posted by J G at 5:09 da tarde . | link | 7 Comentários

Diz o Futre

Oporto hasta podría no haber sido el rival en cuartos del Atlético, pero, como la UEFA le perdonó en verano la supuesta compra de partidos...

in El País.com

Etiquetas:

posted by J G at 4:52 da tarde . | link | 1 Comentários

domingo, 22 de fevereiro de 2009

O Clube Diferente

Um dos roupeiros encarnados, Luís Santos, foi agredido por adeptos leoninos, tendo ficado com marcas bem visíveis na face, mais concretamente no nariz. Tudo aconteceu antes mesmo da chegada da comitiva das águias ao recinto do rival, uma vez que, como é habitual, os roupeiros da equipa da Luz deslocaram- -se mais cedo para Alvalade, numa carrinha do clube. Nessa altura foram abordados por um grupo de adeptos do Sporting e aí deu-se a agressão.

Além da agressão ao roupeiro do Benfica , o autocarro dos encarnados ficou com um vidro lateral partido, na sequência de uma pedrada, em zona de pouca visibilidade para as forças de segurança, no trajecto em direcção ao estádio.

Depois queixam-se...

Etiquetas:

posted by J G at 8:04 da tarde . | link | 16 Comentários

Crise?

Ontem na minha habitual deslocação a pé para ver o derby no estádio do rival a caminhada foi acompanhada nos dois sentidos por um... helicóptero!
Eu gostava de saber quanto custou esta brincadeira de pseudo segurança. Só se foi por ser carnaval.

Etiquetas:

posted by J G at 7:53 da tarde . | link | 2 Comentários

lags 3 - 2 BENFICA

Que desilusão.
Que segunda parte foi aquela?!
Num jogo de tudo ou nada a equipa encolheu-se, escondeu-se, e desiludiu.
Só tínhamos perdido um jogo em Portugal esta época e foram logo escolher o WC para perder o segundo.
A entrada em jogo fica marcada pelo golão do Liedson. Mas a reacção foi óptima, deu empate e até ao intervalo só deu Benfica. Tanto que ao intervalo o empate sabia a muito pouco.
Na entrada da segunda parte só se pensava em chegar à vitória.
Mas para espanto geral a equipa voltou a entrar mal , sofreu novo golo e desta vez nem reagiu. Quique tentou lançar Di Maria, Nuno Gomes, e Cardozo mas a verdade é que entre o 2-1 e o 3-2 sentia-se na bancada a recordação da negra noite da tragédia grega.
Não entendo tanta apatia num jogo que até o empate não seria mau resultado.
Só voltámos ao jogo nos últimos minutos após o golo de Cardozo que continua a ser mais eficaz que outros que gozam de titularidade absoluta apesar de nem sempre estarem nas melhores condições.
De qualquer maneira em caso de igualdade estamos em vantagem sobre os lags.

Etiquetas: , ,

posted by J G at 12:36 da tarde . | link | 5 Comentários

sábado, 21 de fevereiro de 2009

lags - BENFICA

Etiquetas: , ,

posted by J G at 11:45 da manhã . | link | 4 Comentários

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

É Amanhã

Etiquetas:

posted by J G at 4:08 da tarde . | link | 6 Comentários

Convocados Para o WC

Guarda-redes: Moreira e Quim;

Defesas: Maxi, Miguel Vítor, Sidnei, Luisão e David Luiz;

Médios: Binya, Katsouranis, Yebda, Carlos Martins, Rúben Amorim, Di María, Urreta, Balboa, Aimar e Reyes;

Avançados: Nuno Gomes, Suazo e Cardozo.

Etiquetas:

posted by J G at 3:56 da tarde . | link | 0 Comentários

O Verdadeiro, e Merecido, Tributo a Maxi

Para ler no Obrigado, Sá Pinto.

Etiquetas:

posted by J G at 2:54 da tarde . | link | 0 Comentários

O Derby Sentido no Terceiro Anel

No seguimento de alguns pedidos, como o Galaad, para recuperar um texto que escrevi no Terceiro Anel hoje recupero essa prosa.

Do que falamos quando dizemos que um determinado encontro é muito mais do que um simples jogo de futebol?

Em Alvalade a Festa sabe melhor. Falamos de jogos muito especiais que envolvem um ambiente muito próprio que se traduz em emoções fortes. Para que isso aconteça é preciso que seja um jogo decisivo, ou de uma fase avançada de uma importante competição ou que seja um econtro entre dois rivais históricos.

Aqui fala-se da visão encarnada sobre o derby lisboeta, Benfica-Sporting. Há várias categorias de derbys, a saber:

A - receber o rival em casa;
B - jogar com o rival em campo neutro;
C - ir à toca do rival.

Podia desenvolver teorias para cada uma das categorias, mas vou ficar pela afirmação que é a categoria C a que mais mexe com a minha alma benfiquista. São várias as razões, a mais compreensível é que não há sensação melhor do que derrotar o Sporting no seu próprio estádio. Mas para que tudo isto faça sentido é preciso obedecer à condição de estar lá presente. Ver o jogo pela televisão retira a parte mais emocionante. Gritar golo num café, ou em casa não é mesma coisa do que festejar loucamente um golo na cara de 50 mil lagartos.

Lagartos, sim! Para nós, os adeptos do Sporting nunca são leoninos ou sportinguistas, são lagartos. Depois há variações conforme a pessoa em causa. Lagarto é o comum mortal que se assume sportinguista, lagartão é aquele que abraça a sua causa com tanta paixão como eu abraço a minha causa benfiquista, lagartixa é aquele que desprezamos, lag é o diminuitivo "carinhoso" com que tratamos os nossos amigos mais chegados.
Isto faz sentido explicar, porque apesar desta rivalidade imensa é preciso ter a sorte que eu tenho tido, e saber fazer desta relação "odiosa" grandes laços de amizade. Afirmo aqui com orgulho que entre os meus melhores amigos estão lags que muito estimo e que fazem com esta rivalidade seja cada vez mais acesa.

Ultimamente tenho tido oportunidade de conhecer melhor amigos que vivem fora da minha área e que habitam bem a norte do país, tanto benfiquistas como lagartos. Cheguei à conclusão que uns e outros encaram estes derbys de maneira ligeiramente diferente da minha. É comum ter este tipo de desabafo com um benfiquista do norte: "Então, lá vamos ter de ir a Alvalade lixar os gajos..." e a resposta estranha-se: "Pá, isso não é muito importante, o que interessa é que o Benfica venha cá ganhar ao Dragão!". Isto é espantoso! Só mesmo pela geografia se pode entender este pensamento. Não há nada mais importante do que derrotar o nosso rival e vizinho!
Quem vive o futebol há muitos anos como eu vivo, sabe que a rivalidade com os verdes é um sentimento omnipresente, todo o ano, todos os dias. Estar em contacto com lagartos faz com que estejamos sempre a picar e a agoirar.

Isto é assunto sério. A mim ninguém me tira da cabeça que esta seca que o meu clube atravessa é um merecido castigo por tudo o que fiz sofrer aos meus colegas lagartitos (mais outra expressão bonita) durante a fase escolar, da primária ao fim do liceu. Foram anos e anos de massacre. Um gajo habitua-se aquilo , ano após ano a ver o rival sem ganhar nada de nada e não se contém. Nessa altura era habitual perdermos derbys em casa e fora, mas no final quase sempre acabávamos a rir, até na época dos famosos 7-1, fomos campeões.
É a característica do derby "Raramente serás feliz à conta do vizinho rival". Ou seja, Benfica e Sporting podem ganhar títulos mas raramente conseguem arrancá-lo na cara do rival. Quando se consegue, claro, é o prazer supremo!

Há exemplos que espelham isto, uns traumatizantes outros deliciosos. O Sporting nos últimos dois títulos podia ter rebentado a festa nas trombas do seu rival. Podia mas não conseguiu, e apesar de nada ganharem os adeptos benfiquistas presentes nesses dois jogos no antigo estádio de Alvalade nunca esquecerão os golos de Sabry e Jankauskas.
Quando se fala em derbys vem sempre a conversa dos 7-1, esse foi o primeiro jogo que fui ver ao campo inimigo com o meu clube. Lembro-me do trabalhão e das promessas que fiz aos meus pais para poder ir com os amigos mais velhos a Alvalade. Mais valia estar quieto... Mas há um encontro mais traumatizante do que esse, foi na Luz quando o Benfica tinha que vencer o Sporting para se sagrar campeão. Nenhum benfiquista acreditava noutro resultado que não fosse a vitória, a verdade é que em poucos minutos os desgraçados de verde e branco fazem dois golos. O FC Porto aproveita e vence o Vitória no Bonfim. O Benfica ainda reduz mas o título vai para as Antas com cumprimentos leoninos. Foi traumatizante.

Tenho para mim que mesmo que houvesse uma temporada catastrófica que fizesse com que os rivais de Lisboa tivessem que lutar para não descer de divisão, o estádio estaria sempre cheio quando as equipas se defrontassem. Um jogo destes nunca é definitivo, dura para discussões extensas que só são abafadas com a chegada de novo jogo.
Até esta semana qualquer discussão com um lagarto teria de envolver a famosa frase "Já está!", com que um feliz locutor de rádio assinalou mais um lendário golo encarnado em Alvalade, o primeiro do novo estádio.

A partir se sábado novas incidências surgem para enriquecer a vasta história de confrontos com os nossos queridos inimigos. Domingo e segunda-feira lá vamos enfrentá-los no café, no trabalho, no supermercado, ao telefone. Só espero que o sorriso seja todo meu.

Tendo em conta a história recente do embate em campo verde, nós os benfiquistas, temos todas as razões para irmos confiantes. Nas últimas sete épocas, o Glorioso venceu por cinco e só perdeu uma! Por estas e por outras é que a corrida na Luz aos bilhetes é sempre renhida e faz gastar uma verdadeira loucura por cada entrada.

Não troco este derby por nada, que me desculpem os adeptos de todos os outros clubes, mas este é "O" derby! Não há nada que se compare ao encontro destes vizinhos. É quando os opostos se cruzam. Durante noventa minutos encaramos cada lance como se fosse decisivo para resolver a eterna questão de quem é melhor. O coração bate mais depressa, um golo nosso é o tal orgasmo de que o Fernando "bi-bota" Gomes tanto falava, um golo sofrido é como ter o mundo a desabar nas nossas cabeças. É muita emoção que só se justifica pelo prazer de no final irmos ao encontro dos nossos rivais que no fundo são uns amigalhaços e que precisam tanto desta rivalidade como nós.
Já sei que só vale 3 pontos, mas a vitória em Alvalade é purificadora. Força Benfica.

Etiquetas:

posted by J G at 10:47 da manhã . | link | 3 Comentários

Contas do Derby

A Nas últimas dez temporadas, o resultado mais volumoso entre Benfica e Sporting foi um 3-3. Aconteceu na última jornada da época 1998/99. Marcaram os portugueses Rui Jorge e Nuno Gomes, o russo Kandaurov, o checo Poborsky e bisou o búlgaro Iordanov. A proporção de golos apontados por jogadores estrangeiros nesse encontro - foi o jogo de atribuição do título da Segunda Circular, até porque o FC Porto já era campeão e o Boavista garantira o segundo lugar - é exemplificativo daquilo que aconteceu nos últimos anos no derby lisboeta: os estrangeiros decidem mais vezes.

Nos últimos 21 duelos entre Sporting e Benfica a contar para o campeonato, os futebolistas estrangeiros apontaram 30 golos. Os portugueses ficaram-se por 19 (isto se não contarmos com os dois golos que o central Beto marcou na própria baliza, ambos na 16.ª jornada de 1998/99). Numa lista onde apenas ficaram em branco dois placards, destaca-se claramente Liedson, brasileiro autor de seis golos, distribuídos pelas três últimas temporadas. O "Levezinho" comemorou golos em quatro destes duelos, tendo bisado em duas ocasiões (2004/05 e 2005/06).

O português que mais se aproxima dos números de Liedson (desde Janeiro o maior goleador estrangeiro da história do Sporting) é Simão Sabrosa, autor de quatro golos frente ao rival de Alvalade. Nos últimos dez anos de derby, só mais três atletas portugueses podem gabar-se de terem apontado mais do que um golo: João Tomás (bisou em 2000/01) e Nuno Gomes pelo Benfica, Sá Pinto pelo Sporting. Pela "equipa" dos estrangeiros, há ainda a registar três golos de Jardel e dois de Zahovic.

Maior legião benfiquista
Se distribuirmos os marcadores dos golos pela nacionalidade e pelo clube que representam, conclui-se que a lista tem sete sportinguistas portugueses (Pedro Barbosa, Beto, Quaresma, Sá Pinto, Luís Loureiro, Delfim e Rui Jorge) e seis benfiquistas portugueses (João Tomás, Simão Sabrosa, Tiago, João Pinto, Nuno Gomes e Ricardo Rocha), mas que o clube da Luz festejou golos de 13 estrangeiros (Sabry, Van Hooijdonk, Zahovic, Jankauskas, Sokota, Luisão, Geovanni, Miccoli, Cardozo, Reyes, Sidnei, Kandaurov e Poborsky), quase o dobro do número de sportinguistas que marcaram no derby (sete: Acosta, Jardel, Rochemback, Silva, Liedson, Vukcevic e Iordanov). Em parte, este último detalhe é explicado pelo elevado contingente de estrangeiros nos últimos plantéis do Benfica.

Um outro pormenor ajuda a suportar as duas teorias (de que os estrangeiros são mais decisivos e de que os benfiquistas são mais incisivos). Basta ver quem foram os responsáveis pelos três golos que nos últimos dez anos ditaram os três 1-0 do clássico: um livre directo do egípcio Sabry na temporada de 1999/00, um remate fulminante do brasileiro Geovanni em 2003/04 e um cabeceamento (o do título, o da polémica) de Luisão na época seguinte. Curiosamente, estes três momentos aconteceram à jornada 33 das respectivas temporadas.

O Sporting, por sinal, já não vence um clássico para o campeonato desde 2005/06.
O Sporting-Benfica vai ser protagonizado por estrelas cujo valor estimado ascende a quase 200 milhões de euros, o suficiente para pagar os estádios dos dois grandes de Lisboa. A agência Lusa, com a ajuda dos empresários Rui Neno, Jorge Manuel Mendes e Artur Fernandes, fez as contas e avaliou em 198,5 milhões de euros os jogadores inscritos na ficha de jogo. Segundo as suas estimativas, os 18 do Benfica estão avaliados em 105,2 milhões de euros, acima dos 93,3 atribuídos aos 18 do Sporting. Curiosamente, o presumível "onze leonino" é mais valioso, calculado em 75 milhões de euros, um pouco acima do benfiquista: 72,7.

Etiquetas:

posted by J G at 10:35 da manhã . | link | 0 Comentários

Família Triste

Olha, Nuno Ricardo Oliveira Ribeiro, usas uma alcunha de um jogador que só dignificou o SLB, mas fazes questão de ser uma besta como se vê nesta entrevista. Não podes levar o teu querido irmão para longe da luz e depois matavam-se os dois? Na boa.

Tem torcido pelo Benfica por causa do seu irmão?

Não vou torcer por um clube que me tentou prejudicar. Estando o meu irmão (Jorge Ribeiro) lá, tento vê-lo jogar, porque é meu irmão e quero que seja titular indiscutível. Tem todas as condições para sê-lo, e quero que jogue bem. Mas é indiferente que o clube ganhe ou perca.

Mas gostava que o seu irmão fosse campeão nacional?

Desejo que o F. C. Porto seja campeão, não vou negá-lo, porque o meu irmão joga num clube que sempre me tentou prejudicar. Mas quero que o meu irmão faça uma grande época. Se ele ganhar o campeonato nacional fico contente porque é meu irmão e quero o melhor para ele. Infelizmente, está na equipa errada. Mas ficaria contente por ele, não por mais ninguém.

Etiquetas:

posted by J G at 10:23 da manhã . | link | 8 Comentários

SLB envolvido em cinco dos seis encontros com piores desempenhos dos árbitros

A arbitragem de Elmano Santos no jogo da Liga de futebol entre Belenenses e Benfica foi até agora a pior da época, segundo os relatórios de observadores. Os "encarnados" estão envolvidos em cinco dos seis encontros com piores desempenhos dos árbitros. O penálti que permitiu ao FC Porto empatar o jogo com o Benfica não é sancionado como erro de arbitragem.

A nota de 2,1 (numa escala de zero a cinco) atribuída ao árbitro madeirense foi motivada sobretudo por dois erros que tiveram influência no resultado: uma grande penalidade e uma obstrução, à entrada da área, não assinalados a favor das "águias".

Segundo o relatório do observador divulgado pela Agência Lusa, Elmano Santos estava "perto e bem posicionado" mas não assinalou uma obstrução de Baiano ao avançado "encarnado" David Suazo, nem uma falta cometida por Carciano sobre o mesmo jogador hondurenho.

A segunda pior nota, 2,2, foi atribuída a Rui Costa no jogo entre o Nacional e o Belenenses (2-4), com o observador a considerar que o juiz portuense, irmão de Paulo Costa, teve "insuficiente juízo interpretativo dos lances", nomeadamente ao anular um golo da equipa do Restelo e ao validar um irregular dos madeirenses.

Um golo invalidado ao Benfica na recepção ao Nacional (0-0), valeu a Pedro Henriques uma nota de 2,3, com o observador a entender que o árbitro lisboeta "teve um erro de julgamento com influência no resultado ao não validar o golo", apontado já em tempo de descontos.

Após o encontro, que terminou sem golos, Pedro Henriques disse estar certo da avaliação do lance, esclarecendo que houve "uma inversão da trajectória" da bola, depois de esta tocar na mão do jogador Miguel Vítor. "Puni a mão. Há um tirar nítido de vantagem de uma situação de uma bola tocada com a mão", disse.

in Público

Etiquetas:

posted by J G at 9:53 da manhã . | link | 1 Comentários

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

O Derby Visto Pela Leonor Pinhão

Jacinto Paixão é que devia ser
o árbitro do Sporting-Benfica
Por
leonor pinhão

Um derby é um derby. É especial. É uma civilização. Tem um caderno de encargos, de exigências básicas. Exige, em primeiro lugar, uma grande cidade, ou seja, uma onda cosmopolita sem lugar para saloiadas. Um cenário em grande, não em pequeno. Um diálogo franco entre as partes em oposição. A ferocidade nasce da luz que emana de uma razão por todos conhecida.

Um derby é como a Revolução Francesa. Um antagonismo de estado, a luta de classes, o passado e o futuro.

No presente caso do derby do próximo sábado, estamos em presença de duas bandeiras. A vermelha com o emblema dos órfãos e dos pés-descalços e a verde com o emblema dos viscondes. Ao longo de um século de história deram-se extraordinárias misturas nestes interesses, visto que a cidade é a mesma.

Já o grande Victor Hugo no seu romance épico 93, precisamente sobre a Revolução Francesa, punha o mesmo queixume na boca de um dos seus personagens, lutador pela República: « Meu caro, as queixas são as mesmas do dois lados. Nós estamos cheios de nobres; eles estão cheios de burgueses.»

Um Sporting-Benfica, ou vice--versa, mexe com a cidade e mexe com o País, por força do abençoado centralismo que satisfaz amplamente os dois campos adversários. E mexe com as famílias, com os amigos, com os colegas, com os barbeiros e com os taxistas. No fundo, é uma festa, um arrazoado sem fim.

Já dura há mais de cem anos, o que tem o seu mérito.

Nascem e morrem e nascem os ferrenhos vermelhos e verdes e voltam a morrer e as nascer e a conversa continua igual ao que sempre foi de geração em geração. Contudo, no derby do próximo sábado há a registar algumas variantes no tom com que ambas as partes defendem a sua respectiva bandeira.

Ouçamo-los então. Estão na fila para comprar bilhetes na Agência dos Restauradores, antecâmara da Baixa lisboeta. São irmãos. Um é do Benfica, o outro é do Sporting. Conversam para passar o tempo.

— Isto é que vai ser uma semana levada dos diabos! - diz o sportinguista.

— Dos Diabos Vermelhos?

— Não sejas parvo. Jogamos sábado com vocês, a meio da semana com o Bayern de Munique e no fim-de-semana seguinte com o Porto.

— Desejo-vos muita sorte para o fim-de-semana seguinte.

—Temos no espaço de sete dias jogos da maior importância em duas frentes, a nacional e a internacional. Não sei se o Paulo Bento tem unhas para estas guitarras.

— Olha, o que vocês podiam fazer era contratar esta semana o José Peseiro que deu tão boa conta do recado em 2005, naquela semana em que vocês jogaram connosco na Luz e com o Não-Sei-Quê de Moscovo na final da Taça UEFA, em Alvalade. Ou seja, nas duas frentes.

— O José Peseiro acaba de assinar contrato com a selecção da Arábia Saudita!

— Olha que pena! - respondeu o benfiquista.

— Já leste o relatório José Gonçalves?

— Quem é o José Gonçalves?

— Foi o observador da Liga do FC Porto-Benfica. Deu nota negativa ao teu consócio Pedro Proença por não ter assinalado a grande penalidade cometida pelo Reyes sobre o Lucho.

— Ah, então deve ter sido por isso que o árbitro se confessou «frustrado» no fim do jogo. Eu logo vi… E sobre o penalty que o meu consócio assinalou quando o Lisandro se atirou para o chão, o que é que diz o senhor Gonçalves?

— Diz isto: «Do local onde nos encontramos e uma vez o lance ter ocorrido…»

—«Uma vez»? Muitas vezes nos últimos 25 anos! Até o Jardel deu uma entrevista recentemente e contou como era sempre penalty contra o Benfica quando os nossos defesas lhe sopravam nas costas.

— Cala-te e ouve: «… e uma vez o lance ter ocorrido no vértice mais distante da grande área não nos foi possível vislumbrar…»

— Ah pois, «não vislumbrou»…

— «… não nos foi possível vislumbrar com clareza o desenlace da jogada.»

— Ah, ganda Gonçalves! - gritou o benfiquista.

— E continua: «… aliado ao facto de não terem existido protestos de jogadores da equipa penalizada que aceitaram pacificamente a decisão do árbitro.»

—Tem razão. Os jogadores do Benfica deviam ter corrido todos atrás do nosso consócio Pedro Proença como daquela vez que os jogadores do Porto andaram a correr atrás do José Pratas, em Coimbra, lembras-te?

— Se me lembro… José Pratas, outro grande benfiquista, como tu muito bem sabes, querido mano - fez questão de salientar o irmão sportinguista.

— E o que me dizes à nomeação de mais um árbitro benfiquista para sábado?

— O Xistra? O Baptista? Os manos Costa?

— Não, o Olegário Benquerença, essa grande papoila saltitante, que não viu a bola disparada pelo Petit entrar na baliza do Vítor Baía.

— Não «vislumbrou» queres tu dizer…

O irmão benfiquista suspirou fundo. E desabafou:

— Isto é uma grande injustiça, não concordo nada com as nomeações do Vítor Pereira, apesar de sermos do mesmo clube.

Aqui o irmão sportinguista quase se engasgou tentando disfarçar o riso. Mas logo se recompôs e mudou de assunto:

— Qual era o árbitro que nomeavas para sábado?

— De caras, o Jacinto Paixão.

— Ah, nisso estamos de acordo. Há que dar o lugar merecido às vítimas da cabala patrocinada pelo teu clube.

— É verdade. É que o Jacinto Paixão nunca «vislumbrou» nem fruta, nem café com leite, nem galões claros nem escuros, nada, nunca «vislumbrou» nada. Até porque é outro grande benfiquista, é mais um dos nossos, miseravelmente sacrificado!

— Só não percebo porque é que o Jacinto Paixão continua arredado da arbitragem…

— De facto, há coisas incríveis no futebol português.

— Bonito, bonito, era o Vítor Pereira ter nomeado o Jacinto Paixão para sábado.

— Bonito e justo.

Etiquetas: ,

posted by J G at 1:04 da tarde . | link | 1 Comentários

Leixões na Luz 6ª Feira!

O encontro Benfica-Leixões vai abrir a 20.ª jornada da Liga Sagres e irá disputar-se não do domingo (1 de Março) mas na noite de sexta-feira (dia 27 do corrente), às 21 horas, no Estádio da Luz. O Benfica tem já em venda bilhetes para os interessados: os sócios pagam de 8 a 25 euros, público em geral, de 18 a 35 euros.

Etiquetas:

posted by J G at 12:57 da tarde . | link | 0 Comentários

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

O Observador do Proença

José Gonçalves foi o 23.º classificado dos 29 observadores da época passada. Foi ainda protagonista de um caso, quando atribuiu nota 3,7 a Lucílio Baptista, árbitro do Boavista-Benfica, sendo, depois, desautorizado pela Comissão de Análise, que baixou a nota do juiz setubalense para 2,8.

Segundo as normas, um árbitro que não assinale penalty e tenha influência no resultado deverá receber nota máxima de 2,5.

Etiquetas:

posted by J G at 4:25 da tarde . | link | 2 Comentários

Lançado site em inglês sobre futebol português

A paixão pelo futebol português levou o britânico Tom Kundert a criar, sozinho, um sítio na Internet de informação sobre o "desporto-rei" em inglês, o Portugoal.net.

"Sem qualquer dinheiro investido, só o meu empenho", disse o tradutor, 38 anos, nascido e criado em Inglaterra, mas a viver em Lisboa há 15 anos e que desde 2003 divulga o futebol português em língua inglesa.

Tom Kundert, que se dedica profissionalmente à tradução de textos em língua portuguesa para inglês, realçou que o investimento para a elaboração da página, em Março de 2003, resumiu-se à compra de "revistas de 'web design' e um 'software' de criação de páginas da Microsoft".

"Eu próprio desenhei a página, claro que o resultado foi um sítio muito tosco, mas mesmo assim atraiu uma audiência razoável que me deu motivação para continuar", sublinhou, acrescentando que a disponibilização, de alguns visitantes, para colaborarem com o Portugoal.net o levaram a "investir um bocado e a contratar um profissional para melhorar o design".

Com "três autores diários", os ingleses Tom Kundert e Sean Gillen, que escreve a partir de Londres, e o luso-canadiano Marco Pereira, desde Toronto, o sítio recebe artigos, entrevistas e reportagens de outros sete voluntários, "que gostam do futebol português o suficiente para escreverem sem retorno financeiro", de várias nacionalidades: "Colaboram portugueses, ingleses, um romeno e até um egípcio".

"Alguns têm outros empregos e colaboram por gosto, outros, como é o caso do Sean Gillen, como é novo, tem 24 anos, mostra mais empenho porque quer mesmo entrar no mundo do jornalismo desportivo e encara esta colaboração como um estágio", explicou.

Depois de ter "relançado" recentemente o Portugoal.net, o impulsionador do sítio anuncia "como meta publicar entre 5 a 10 novos artigos todos os dias", para uma "audiência" que "ronda os 3500 e 4000 utilizadores únicos por dia", numa média de "100.000 por mês".

"Temos visitantes do mundo inteiro, mas a maior parte vem dos Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Austrália e, numa proporção menos expressiva, de todos os países da Europa, e apenas 10 por cento de Portugal", frisou Tom Kundert, destacando a consulta do sítio por portugueses no estrangeiro ou luso-descendentes de segunda e terceira geração, "que até gostam do futebol português, mas têm dificuldade em ler as notícias sem ser em inglês".

Na "homepage", o "novo" Portugoal.net disponibiliza, além das notícias mais recentes, as classificações actualizadas das Primeiras Ligas de Portugal, Inglaterra, Espanha, Itália e Alemanha, destacando as equipas onde alinham jogadores portugueses, as mesmas, cujos jogos são acompanhados ao minuto, na secção "live scores".

Sem publicidade, logo sem lucros com o sítio, Tom Kundert justifica a persistência com o gosto pelo futebol, português em particular, e com a "boa imagem" que este tem no estrangeiro.

"O futebol português é muito bem cotado no estrangeiro, acho que os estrangeiros têm uma melhor percepção sobre o futebol português do que os próprios portugueses", concluiu. n

in Lusa

Etiquetas:

posted by J G at 12:53 da tarde . | link | 0 Comentários

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

O Mais Importante

Já tenho bilhete para a iNNvasão ao WC.

Etiquetas:

posted by J G at 10:24 da manhã . | link | 8 Comentários

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Oasis

Não fui ao Atlântico para estar na Luz.
Fiz bem, porque não teria curtido o concerto a tentar perceber o andamento dos 5 golos na Luz.

Etiquetas:

posted by J G at 11:20 da manhã . | link | 3 Comentários

Benfica 3 - 2 Paços de Ferreira



Não há dúvida que custa muito mais lutar pelo título sem ter penaltis oferecidos quando o empate teima em não se desfazer. Por isso é que há uma equipa com mais pontos que as outras todas. O Benfica teve de lutar, e muito, teve de sofrer, e muito, para cumprir a obrigação de ganhar e manter tudo em aberto em vésperas de ir ao WC.

Estes dois jogos com o Paços para o campeonato ficam na nossa memória pelos muito golos proporcionados. Mas acima de tudo fica registado o estilo mesquinho, feio, e triste que caracteriza a maior parte das equipas do nosso futebol. Nesse aspecto o Paços de Ferreira foi um grande representante do anti-futebol. Diga-se que o futebol defensivo, e as tácticas para perder tempo, fazem parte do jogo. Geralmente são adoptadas por equipas muito inferiores, e sem argumentos. Nada a dizer.
Ora o caso do Paços não é bem esse.
Ontem na Luz o Benfica não chegava ao golo, e o Paços recusava-se a jogar. Foi uma hora a ver jogadores amarelos deitados no relvado. Dava para ir apostando no número do próximo amarelo a "morrer" 3 minutos até à chegada da maca. O guarda redes Cássio até um cartão amarelo conseguiu levar a meio do jogo tal era a falta de vontade em bater pontapés de baliza. Se calhar com mais concentração no jogo o Cássio não tinha feito aquela triste figura no 1º golo.

Mas onde eu quero chegar é aqui: Paços de Ferreira 2008/09 marca 5 (cinco!) golos ao SLB em dois jogos.
Os rapazes fazem uma mão cheia de golos com um tempo de útil de jogo muito reduzido. Ou seja, o Paços recorrendo a um vergonhoso anti jogo mostrou uma capacidade finalizadora de respeito. Se sabem jogar, se sabem marcar golos então porque raio preferem andar deitados no chão? Se esta equipa viesse à Luz de peito feito mentalizada para disputar o jogo a sério, se calhar tinha saído daqui com pontos. É o estranho caso do futebol português.

O Benfica continua a sua epopeia de não marcar golos nas primeiras partes. É outro estranho caso. Ontem também não teve sorte ao ver uma bola devolvida pela trave, mas não conseguiu impôr o seu futebol.

Na forma de jogar do Benfica eu quero dar uma opinião. Aceito que Quique aposte em Aimar com um ponta de lança de início, mas acho que demora muito tempo a reagir durante o jogo. Com o empate teimoso a manter-se não faz sentido continuar a apostar num 4-4-2 sendo que no "2" só há um homem de área, e Aimar anda completamente perdido sem hipóteses de ter bola porque o jogo começa a ser muito directo. Esta é a minha opinião, e por isso não gostei de ver a saída de Cardozo para entrar Nuno Gomes. Foi o paraguaio que abriu o marcador, e não merecia ser trocado.
O golo de Ruben Amorim foi lindo de se ver e festejar. É especial quando um puto que é sócio do clube como nós somos faz um golão daqueles. Já o outro golão da noite dá para rir. Di Maria a cada 10 jogos resolve dar um ar da sua graça e só evidencia a sua falta de inteligência como jogador da bola. Se ele sabe fazer daquelas coisas porque é que teima em ser ridículo a maior parte da época? Eu não entendo, mas espero que se faça um dvd com este golo, e o outro dado ao Maradona, e que se despache este rapaz.

Finalmente, não consigo entender como é que o SLB com dois golos de vantagem acaba com o credo na boca e cada vez que a bola vai a meio campo o adversário chega à nossa baliza pronto para estragar a noite.
Enfim, uma noite de emoções, uma vitória sem penaltis oferecidos, e por isso saborosa.
Venha o jogo mais apetecido.

Etiquetas: ,

posted by J G at 10:26 da manhã . | link | 8 Comentários

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Benfica - Paços de Ferreira

Etiquetas: ,

posted by J G at 11:59 da manhã . | link | 1 Comentários

sábado, 14 de fevereiro de 2009

Convocados para Receber o Paços

Guarda-redes: Moreira e Quim

Defesas: Luisão, David Luiz, Jorge Ribeiro, Sidnei e Miguel Vítor

Médios: Katsouranis, Aimar, Ruben Amorim, Balboa, Binya, Carlos Martins e Yebda

Avançados: Reyes, Cardozo, Mantorras, Di Maria e Nuno Gomes

Etiquetas:

posted by J G at 6:44 da tarde . | link | 0 Comentários

É no Algarve

A final da Taça da Liga será novamente realizada no Estádio Algarve, a 21 de Março de 2009. A Liga Portuguesa de Futebol Profissional anunciou, nesta sexta-feira, a decisão sobre o local e a data do embate entre Benfica e Sporting.

Etiquetas:

posted by J G at 11:57 da manhã . | link | 0 Comentários

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Sai uma Sagres

O Sporting está 'desencantado' com a empresa que detém a marca Sagres por esta, alegadamente por razões financeiras, não ter renovado o contrato de patrocínio com o emblema de Alvalade, tendo no entanto fechado um acordo com o rival Benfica. Entre os dirigentes há mesmo quem diga que o clube foi vítima de 'tratamento discriminatório'.

O facto de a Centralcer ter chegado a acordo com o Benfica depois de ter comunicado ao Sporting que não tinha meios financeiros para renovar o compromisso com o clube de Alvalade, deixou os dirigentes leoninos desiludidos e muito agastados.

História

No final do ano passado, o Sporting negociou com a Sagres a melhoria do seu patrocínio, que envolvia apenas as modalidades amadoras e a publicidade estática no estádio. O acordo entre o clube e a Centralcer estava praticamente acertado.

No entanto, nos últimos dias de 2008, a empresa da marca Sagres comunicou aos leões que o seu orçamento para 2009 não contemplava a verba adicional necessária à concretização do novo contrato publicitário com o Sporting.

A última gota

Ao serem confrontados com um almoço entre os presidentes do Benfica, Luís Filipe Vieira, e da Centralcer, Alberto da Ponte - encontro esse que selou um acordo de patrocínio abrangente que inclui o espaço nas costas da camisola da equipa de futebol, no valor de 4 milhões de euros -, os dirigentes leoninos acreditaram que, afinal, a Sagres tinha liquidez financeira para satisfazer os desejos do Sporting e que as negociações iriam ser retomadas. Acontece, porém, que a resposta da Centralcer voltou a ser negativa. Com o investimento feito na Liga, na Seleção Nacional e no Benfica, a Sagres argumentou que ficara sem condições para patrocinar o Sporting.

As relações entre o clube leonino e a Sagres esfriaram. O Sporting sentiu-se 'discriminado e até enganado', segundo nos confidenciou fonte de Alvalade. 'Não é aceitável que a Centralcer esteja disponível para o Benfica e atue desta forma com um dos seus parceiros', adiantou a mesma fonte.

Etiquetas:

posted by J G at 10:47 da manhã . | link | 4 Comentários

E a Selecção?

Então a Selecção jogou e não se diz nada por aqui?
Sim, não se diz nada. Estou, oficialmente, nas tintas para a Selecção do Queirós.

Etiquetas:

posted by J G at 10:23 da manhã . | link | 1 Comentários

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

lags - BENFICA

Sábado, dia 21 de Fevereiro às 20h na Sporttv 1.
Bilhetes para nós a 20€!
INNvasão.

Etiquetas: ,

posted by J G at 10:58 da manhã . | link | 11 Comentários

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Estou Farto deste Calendário!

Marcaram o jogo em casa com o Paços de Ferreira para as 20h45 de domingo.
Depois de ter chegado a casa às 04h30 de segunda feira por ter ido ver o SLB ao Porto, agora tenho que optar entre um jogo do meu clube e um concerto dos Oasis no Atlântico.
Acontece que já tinha comprado bilhete para os Oasis há um mês. E , como sempre, a Liga espera pela semana do jogo para marcar o horário que mais lhe convém.
Eu estou farto desta palhaçada. Ao contrário do que escreveu o iluminado MST há umas semanas a dizer que concorda como jogos à noite porque tem mais que fazer à tarde, eu penso exactamente o contrário.
Estou farto de ter que deixar amigos aniversariantes pendurados nos seus jantares, familiares ignorados por causa do SLB, e deixar de ver concertos que gostava porque o horário de um jogo de futebol é igual a de um espectáculo de música.
Dando seguimento à minha intervenção na Antena3 há umas semanas estou a preparar um petição séria para iniciar um movimento que acabe com esta palhaçada.

Etiquetas:

posted by J G at 11:19 da manhã . | link | 18 Comentários

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

O Desprezo dos Hipócritas

Os hipócritas são todos aqueles que vivem a escrever, e a falar da necessidade de devolver o futebol aos adeptos, a passarem a mensagem que é preciso defender os adeptos.
Pois bem, o Benfica tomou uma forte posição na defesa dos seus adeptos. No seguimento dos relatos que publiquei ontem, e de conversas que tivemos com elementos da Direcção o clube apresentou factos vergonhosos que nos impediram de ver a 1a parte do jogo no Dragão.
O interesse pela questão é nulo como reparei ontem no telejornal da RTP que preferiu passar os segundos em que João Gabriel falou da vergonhosa arbitragem e não informou o porquê daquela conferência de imprensa.

Etiquetas:

posted by J G at 7:04 da tarde . | link | 6 Comentários

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Reacção Oficial

O Benfica agendou uma conferência de Imprensa para as 17.30 horas, para escalpelizar «os acontecimentos vividos» no clássico com o FC Porto, disputado, ontem, no Estádio do Dragão.
Em breve nota emitida no site do clube, os encarnados indicam que o encontro com a comunicação social se prende com «os acontecimentos vividos ontem no Estádio do Dragão».

Etiquetas:

posted by J G at 5:14 da tarde . | link | 3 Comentários

Scolari

Despedido do Chelsea.
Ainda irá a tempo de nos levar ao Mundial?

Etiquetas:

posted by J G at 4:34 da tarde . | link | 6 Comentários

Fui à Capital da Fruta

Já não ia apoiar o SLB ao estádio do FCP há uns bons 15 anos. Na altura correu mal e não me apeteceu voltar.
Desde que o Dragão existe já pensei em ir algumas vezes. No ano do 0-2 tive que ficar em Lisboa por causa de um torneio de futsal em que me tinha comprometido jogar.
Desta vez não havia desculpas, e nem o facto de nomearem o ladrão do gel me demoveu de ir lá.

Domingo, hora do almoço e as imediações da estação de St Apolónia estão tão lindas. Mar vermelho de gente confiante num bom resultado. Dois milhares de benfiquistas trajados a rigor, sem medo, e prontos para a maratona. Litros e litros de cerveja e vinho bem organizados para o farnel no comboio. Partida atrasada uma hora.
Viagem de comboio com uma organização de louvar. Entendimento perfeito entre adeptos animados, e elementos da polícia presentes em cada carruagem. Bom trabalho.
Cânticos de sempre, e cânticos inventados para o momento. O do Suazo esteve perto de ser coroado no Dragão mas a bola saiu ao lado.
Nas estações que passávamos eram mais os incentivos para dentro do comboio encarnado do que os insultos. A viagem fez-se lenta, com muitas paragens. Mas o álcool, e o fumo enrolado iam motivando a algazarra total.
Foi em festa que chegámos à Campanhã. Sem problemas.
Trajecto estação - estádio também sem problemas. Algumas bocas de adeptos azuis a mostrarem todo o seu ódio mas nada de novo.

A vergonha deu-se à chegada ao estádio. A segurança do FC Porto actuou à imagem do clube e como bons batoteiros que gostam de ser resolveram ter apenas uma porta aberta para 2500 adeptos. Só à meia hora de jogo resolveram abrir uma segunda mas sem dizer nada às centenas de benfiquistas que se iam "esmagando" numa compacta mole em constante movimento patrocinado pelas bastonadas incompreensíveis dos polícias nortenhos do corpo de intervenção que malharam em tudo o que mexia.
Estivemos meia hora privados de ver um jogo para o qual pagámos mais de 20€ e fizemos 300km de viagem para assistir. Tudo isto perante o ar de gozo dos seguranças batoteiros. Cheguei a ouvir uma voz por intercomunicador: "ainda estão aí muitos? é deixa-los estar que aí fora não fazem barulho". Brilhante.
As revistas aos adeptos eram cómicas. Chegaram ao ponto de me pedir para tirar os sapatos! Tirar os sapatos foi coisa que nunca me aconteceu à entrada de um estádio! Nós pagamos para ser gozados. Eles fazem tudo para não ter lá ninguém dos nossos. Até tinha graça se não fosse algo próprio das ditaduras.
Foi entrar, como 35' de jogo, arranjar um canto para ver, tentar perceber que jogadores estavam em campo e gritar golo como se fosse o nosso último gesto nesta vida.
Senti-me compensado ao intervalo.

O Dragão não é as Antas. Perdeu-se aquele ambiente terrível azul. Estes dragões agora são finos. A maior parte do estádio só reage quando há golo oferecido. Diria que os "dragons seats" são uns tenrinhos comparados com a tribuna das Antas. Até nos deixaram cantar com força suficiente para recebermos sms a elogiar a nossa dedicação de quem estava em casa a ver pela tv.

Depois do jogo terminado gostei muito de ver uns quantos Super Dragões no seu canto à espera que os jogadores do SLB regressassem ao relvado para umas corridas pós jogo. E foi vê-los na primeira passagem dos nossos rapazes a lançarem uma dezena de paus de bandeiras apontados à cabeça dos jogadores. Comovente o à vontade com que seguranças e polícias assistem ao lançamento do dardo do dragão.
Tudo é possível num estádio que recusa içar a bandeira da equipa visitante quando se trata do Sport Lisboa e Benfica.

Na viagem para baixo a registar o atraso e lentidão de marcha dos combóios, e o já famoso lançamento de calhaus ao nosso comboio que ficou com umas quantas janelas partidas. Muito simpático da parte dos batoteiros.
À chegada a Lisboa pelas 4h da manhã uma surpresa agradável; João Gabriel, o nosso Director de comunicação, lá estava com o seu fato oficial do SLB a inteirar-se dos incidentes da nossa viagem.
Falei com ele para denunciar a vergonha que foi a primeira parte do jogo e disse-me que já sabiam de tudo e que iam fazer uma queixa à Liga. Pediu desculpa, agradeceu o impressionante apoio, e desejou-me bom descanso. Gostei.

Foi um dia engraçado.
Mas continuo a preferir as invasões ao WC. E já só faltam duas semanas.

Etiquetas:

posted by J G at 12:52 da tarde . | link | 10 Comentários

No Reino do dragão É Assim

Ruben Amorim foi impedido de falar no final do encontro, porque quando se preparava para se deslocar à zona mista do estádio, elementos ligados ao FC Porto retiraram os painéis, segundo garantiu João Gabriel, diretor de comunicação das águias.

O Benfica queixa-se ainda dos adeptos do clube terem sido impedidos de entrar no estádio na primeira parte, sendo que só tiveram acesso às bancadas já perto do intervalo. Os lisboetas estranham este comportamento, que não se verificou no jogo da primeira volta na Luz.

in Record

Entrada das claques causou indignação

O atraso na entrada das claques benfiquistas gerou forte indignação entre os responsáveis benfiquistas. Os apoiantes encarnados chegaram cedo ao Estádio do Dragão, de forma a conseguirem entrar no recinto antes do início da partida. No entanto, os elementos do clube da Luz alegam que as forças de segurança do estádio impediram a entrada das claques, quando estas estavam prontas cerca de 40 minutos antes do jogo, com os simpatizantes benfiquistas a subirem às bancadas apenas durante o decorrer da primeira parte. Os responsáveis do Benfica exigem igualdade de tratamento, alegando que este atraso não sucedeu no encontro da primeira volta, no Estádio da Luz, com as claques dos dragões.

in O Jogo

Etiquetas:

posted by J G at 11:41 da manhã . | link | 5 Comentários

Até Quando?!



Eu avisei durante a semana. Eu odeio-o de há muito. Eu tinha prometido nunca mais fazer uma deslocação a um jogo arbitrado por ele. Desta vez guardaram o segredo da sua nomeação até ao fim e por isso comprei bilhete sem desconfiar que ele ia aparecer.
Apareceu e, como sempre, em grande estilo. Ao nível do seu gel.
Ainda duvidam do nível deste rapaz? Não duvidem. Não tem.
Até quando vou ter de pagar para ver o meu clube ser assim roubado?
(a ser verdade que este ladrão é sócio do meu clube eu exijo já a sua expulsão!)

Etiquetas:

posted by J G at 10:59 da manhã . | link | 8 Comentários

fc porto 1 - 1 BENFICA




(Pedro Proença)
Dos 60' que me deixaram ver no estádio o que eu vi foi um FC Porto temeroso, previsível, sem poder de fogo, sem a pujança de outros tempos, e até nervoso.
(Pedro Proença)
Dos 60' que me deixaram ver no estádio, vi um Benfica com personalidade, a defender bem, sem passar por grandes calafrios, com muita posse de bola até ao final da 1ª parte, e depois do empate.
(Pedro Proença)
Dos 60' que me deixaram ver no estádio o que eu vi foi um jogo que esteve mais perto de ser ganho pelo SLB do que pelo Porto que não me parece que tivesse chegado ao golo de outra maneira que não aquela.
(Pedro Proença)
Dos 60' que me deixaram ver no estádio o que eu vi foi novamente uma aposta num atrasado mental com meio quilo de peso que acha que a bola tem o nome dele e que só ele a pode jogar, sendo o culpado por o SLB não sair com um resultado melhor na ponta final do encontro quando ignorou companheiros de equipa em melhor posição para nos alegrar. Acho que já chega de Marias.
(Pedro Proença)
Dos 60' que me deixaram ver no estádio o que eu vi foi um estádio do Dragão a maior parte do tempo caladinho e irritado com a nossa bancada vermelha a cantar.
(Pedro Proença)
Dos 60' que me deixaram ver no estádio o que eu vi foi (mais) uma vitória encarnada a ser transformada em empata por obra e graça de um gajo que não me lembra agora o nome...

Etiquetas: ,

posted by J G at 10:40 da manhã . | link | 3 Comentários

domingo, 8 de fevereiro de 2009

A Caminho

De saída para o Porto.
Força BENFICA!

Etiquetas:

posted by J G at 12:21 da tarde . | link | 10 Comentários

fc porto - BENFICA

Etiquetas: ,

posted by J G at 12:21 da tarde . | link | 1 Comentários

sábado, 7 de fevereiro de 2009

Convocados para o Dragão

Guarda-Redes:Moreira e Quim

Defesas: Maxi Pereira, Luisão, David Luiz, Sidnei, Miguel Vítor e Jorge Ribeiro

Médios: Katsouranis, Fellipe Bastos, Ruben Amorim, Binya, Yebda, Aimar e Carlos Martins

Avançados:Cardozo, Nuno Gomes, Suazo, Reyes e Di María

Etiquetas:

posted by J G at 6:50 da tarde . | link | 2 Comentários

Outros Tempos

FC Porto é sócio honorário do Benfica

Etiquetas:

posted by J G at 12:09 da tarde . | link | 1 Comentários

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

O Proença

Etiquetas:

posted by J G at 11:58 da manhã . | link | 4 Comentários

Sócios do SLB

Participem na grande gala e escolham quem mais se notabilizou no Universo Benfica em 2008.

Etiquetas:

posted by J G at 11:53 da manhã . | link | 0 Comentários

Vou ao Dragão

Porque acredito que vamos ganhar, porque quero apoiar o Benfica no Porto.

Etiquetas:

posted by J G at 11:45 da manhã . | link | 2 Comentários

Eu Também Não Percebo...

O director de comunicação do clube afirmou ontem, no programa A Jornada, na Benfica TV, que Filipe Soares Franco e Pinto da Costa «tiveram um encontro, na sexta-feira, no Hotel Sheraton, no Porto», tentando clarificar o que é, na opinião dos responsáveis encarnados, a «grande sintonia» entre leões e dragões. «Por isso não percebo a reacção das pessoas do Sporting quando disse que Soares Franco era o porta-voz do FC Porto», reforçou João Gabriel.

Etiquetas:

posted by J G at 11:24 da manhã . | link | 1 Comentários

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Proença

No Dragão.
Odeio-o. E de há muito tempo.

Etiquetas:

posted by J G at 5:09 da tarde . | link | 6 Comentários

Benfica 2 - 1 Vitória de Guimarães


Estranho futebol este do Benfica que quando está a jogar mais objectivamente e a criar oportunidades não consegue fazer um golo passando mais 45m de uma primeira parte em branco.
E que chega à vantagem na altura em que parecia perdido em campo após uma substituição que tinha tudo para correr mal a Quique Flores que resolveu abdicar do único ponta de lança para lançar o enervante Di Maria. Gregory foi infeliz e deu oxigénio ao Benfica.
Depois houve o momento Pablo Aimar que confirma a sua subida de forma como titular na equipa marcando um belo golo que quase acabava com o jogo.
Não resolveu logo porque ainda houve tempo para Quim sofrer um golo na sua noite de regresso, Desmarets reduziu mas não houve tempo para mais.
Lá chegámos ao jogo mais desejado.
Suponho que a malta de Guimarães já tenha pesadelos connosco. Esta época tem sido um fartote...
A melhor notícia é que a final será contra os lags.
Maravilha.

Etiquetas: ,

posted by J G at 1:06 da manhã . | link | 6 Comentários

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

O Famoso Penalti de Jardel

No ano em que os lags foram campeões com uma quantidade de penaltis a favor absolutamente comovente houve um que nos comoveu mais do que outros. O famoso penalti sobre Jardel na Luz que converteu uma vitória do SLB num empate a 2-2.
Os nossos rivais ainda hoje não gostam de falar disso e dizem que todos os penaltis foram assinalados correctamente.
Em relação ao tal penalti da Luz passemos a palavra ao próprio protagonista:
«Sofri todas as faltas que originaram penalties, não simulei nenhuma, nem mesmo aquela frente ao Benfica em que o defesa soprou-me nas costas [risos].»
Bem me parecia...

Etiquetas:

posted by J G at 11:28 da manhã . | link | 6 Comentários

Benfica - Vitória de Guimarães

Etiquetas: ,

posted by J G at 11:19 da manhã . | link | 1 Comentários

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Bilhetes para a Taça da Liga à venda na Luz

O Benfica iniciou esta tarde a venda de bilhetes para o jogo das meias-finais da Taça da Liga com o V. Guimarães, que se disputa quarta-feira, a partir 21.15 horas, no Estádio da Luz.
Os ingressos encontram-se disponíveis a cinco euros para sócios e 7,5 euros para o público em geral, para todos os sectores do estádio.

Etiquetas:

posted by J G at 5:04 da tarde . | link | 0 Comentários

Convocados Para a Taça da Liga

Guarda-redes: Moretto e Quim;
Defesas: Maxi Pereira, Luisão, Sidnei, Miguel Vítor, Jorge Ribeiro, David Luiz;
Médios: Katsouranis, Rúben Amorim, Binya, Yebda, Carlos Martins, Aimar;
Avançados:, Reyes, Di María, Nuno Gomes, Cardozo e Mantorras

Etiquetas:

posted by J G at 4:16 da tarde . | link | 0 Comentários

Vitória na Luz

O Conselho de Justiça (CJ) da Federação Portuguesa de Futebol rejeitou os dois recursos apresentados pelo Belenenses relacionados com o apuramento do V. Guimarães para as meias-finais da Taça da Liga. Sendo assim, será o V. Guimarães o adversário do Benfica.
Em causa, segundo o CJ, estão «erros processuais» detectados nos recursos do clube do Restelo.

Etiquetas:

posted by J G at 12:40 da tarde . | link | 1 Comentários

INNVASÃO AO DRAGÂO!

São colocados à venda, a partir desta manhã, nas bilheteiras do Estádio da Luz, os 2620 ingressos disponibilizados pelo FC Porto ao Benfica para o jogo do próximo domingo (19.45 h), no Dragão. A venda está, para já, limitada a sócios: cada um pode adquirir o máximo de quatro, com preços a oscilarem entre os 65 euros (um lote de 100 bilhetes) e 22 euros (os restantes 2520). A Benfica Viagens, com loja no complexo da Luz, está a organizar excursões de autocarro e comboio, por 57 e 50 euros, respectivamente, já com ingresso — de 22 euros — incluído para o clássico. O comboio sai de Santa Apolónia às 13.30 horas, com regresso previsto de Campanhã às 23 horas; as camionetas saem da Luz às 14 horas e voltam após o jogo.

Etiquetas:

posted by J G at 10:51 da manhã . | link | 0 Comentários

SLB Joga a Meia Final. Não Se Sabe é Com Quem...

O Benfica anunciou ontem à noite que "decidiu disputar a meia-final da Taça da Liga", agendada oficialmente para amanhã, embora adiante que "jogará sob protesto" pelo facto de só hoje o Conselho de Justiça (CJ) da Federação Portuguesa de Futebol analisar os recursos do Belenenses e só hoje se conhecer definitivamente se o adversário do clube da Luz é a equipa do Restelo ou o Vitória de Guimarães.
"O actual cenário compromete a própria organização do jogo no que se refere a toda a componente operacional (bilheteira, segurança) e, mais importante, compromete, mais uma vez, a credibilidade do futebol português e a imagem da presente competição", lê-se no comunicado publicado no site oficial do Benfica, em que o clube da Luz também deixa críticas ao Conselho de Justiça ("poderia ter sido mais célere na decisão").
O Benfica, no entanto, opta por comparecer ao jogo da meia-final. alegando "respeito à competição, aos seus patrocinadores, à Liga e a todos os clubes com menores recursos e que beneficiam financeiramente desta competição."
A decisão do Benfica surge a poucas horas de o Conselho de Justiça se reunir, hoje de manhã, para analisar os dois recursos apresentados pelo Belenenses, um contra o apuramento do Vitória de Guimarães e o outro contra a realização do sorteio das meias-finais da prova sem a sua presença.

Etiquetas:

posted by J G at 9:37 da manhã . | link | 0 Comentários

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

1/2 Finais da Taça da Liga Para Adiar

Diz o site d'A Bola:
Da reunião desta manhã da administração da SAD ficará a saber-se a posição do Benfica em relação ao jogo da Taça da Liga da próxima quarta-feira. Em equação a hipótese de ser pedido adiamento da meia-final.

As águias ainda não sabem quem será o adversário, a emissão de bilhetes está suspensa, toda a logística parada... além de que os responsáveis da Luz não gostaram de saber pelo presidente do Sporting, Soares Franco, que o FC Porto pondera não comparecerem Alvalade.

Esta de resto, a posição assumida ontem ao final da tarde por João Gabriel, director de comunicação: «Em função da pouca vontade evidenciada pelo CJ em decidir em tempo útil do recurso apresentado pelo Belenenses e tomando em conta a posição do FC Porto, anunciada pela boca do seu mais recente porta-voz, o dr. Soares Franco, parece haver consenso em que o melhor será adiar as meias-finais da Taça da Liga».

Etiquetas:

posted by J G at 11:56 da manhã . | link | 5 Comentários

Recordar a Serenata à Chuva de Mantorras

Etiquetas: ,

posted by J G at 2:33 da manhã . | link | 0 Comentários

domingo, 1 de fevereiro de 2009

Benfica 1 - 0 Rio Ave


O Benfica ganhou. O Benfica está na frente ( até às 18h ).
Estou bem disposto e por isso vamos falar de mística benfiquista a propósito do jogo da última noite.
Quando eu era puto ouvia e lia muito sobre a mística benfiquista que era qualquer coisa invisível com uma força divinal que nos fazia ganhar troféus atrás de troféus. Ninguém sabia explicar ao certo o que era. Perguntavam ao Humberto Coelho, ao Paneira, ao Eusébio, ao Carlos Manuel, ao Dimantino, ao Bento, ao Toni... Ninguém conseguia traduzir em palavras a mística encarnada. Os anos passaram e a mística esbateu-se. De vez em quando alguém ainda se lembra de perguntar por ela.
Pois bem, para os leitores mais jovens que não viveram o auge da mística benfiquista eu vou agora explicar o que é.
Um jogo de relvado alagado. Um jogo que é parecido com futebol mas que na verdade vive do esforço de jogadores a tirar a bola da água. Cardozo , esforçado, não tem sorte e acerta dos postes por duas vezes, as bancadas desesperam. Os outros não faziam melhor e o pesadelo de mais um empate afigurava-se inevitável. Até que entra Pedro Mantorras. O povo reage porque o povo é que sabe ter fé e reconhecer os líderes espirituais de magia negra. O povo acreditou.
Mantorras esta temporada ainda nem tinha jogado, o seu nome estava esquecido como jogador, e lembrado como embaixador em África.
Voltamos à mística.
No meu caso a mística é qualquer coisa como estar de pé na bancada por trás da baliza "grande" sempre a apoiar. Ter os olhos hipnotizados na bola amarela molhada bem alta a cair junto à baliza do Rio Ave. Desviar o olhar e ver que é Pedro Mantorras que espera bela bola, ganha posição, e quando a tem a jeito vira-se, remata e faz golo. Tudo em segundos. Segundos que nos irão povoar a memória por muitos anos. Segundos que resumiram este jogo alagado ao golo do Mantorras. Foram 4 minutos em campo, um golo, 3 pontos, na primeira aparição da época.
Mantorras é a mística do SLB. Percebem?
A mesma mística que nos guiou ao último título de campeões. A mística pode ser muita coisa, mas não se chama colo. Chama-se Mantorras.

Etiquetas: ,

posted by J G at 12:51 da tarde . | link | 5 Comentários