Encarnado e Branco

TVGolo.com - Novos Golos

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Fui à Capital da Fruta

Já não ia apoiar o SLB ao estádio do FCP há uns bons 15 anos. Na altura correu mal e não me apeteceu voltar.
Desde que o Dragão existe já pensei em ir algumas vezes. No ano do 0-2 tive que ficar em Lisboa por causa de um torneio de futsal em que me tinha comprometido jogar.
Desta vez não havia desculpas, e nem o facto de nomearem o ladrão do gel me demoveu de ir lá.

Domingo, hora do almoço e as imediações da estação de St Apolónia estão tão lindas. Mar vermelho de gente confiante num bom resultado. Dois milhares de benfiquistas trajados a rigor, sem medo, e prontos para a maratona. Litros e litros de cerveja e vinho bem organizados para o farnel no comboio. Partida atrasada uma hora.
Viagem de comboio com uma organização de louvar. Entendimento perfeito entre adeptos animados, e elementos da polícia presentes em cada carruagem. Bom trabalho.
Cânticos de sempre, e cânticos inventados para o momento. O do Suazo esteve perto de ser coroado no Dragão mas a bola saiu ao lado.
Nas estações que passávamos eram mais os incentivos para dentro do comboio encarnado do que os insultos. A viagem fez-se lenta, com muitas paragens. Mas o álcool, e o fumo enrolado iam motivando a algazarra total.
Foi em festa que chegámos à Campanhã. Sem problemas.
Trajecto estação - estádio também sem problemas. Algumas bocas de adeptos azuis a mostrarem todo o seu ódio mas nada de novo.

A vergonha deu-se à chegada ao estádio. A segurança do FC Porto actuou à imagem do clube e como bons batoteiros que gostam de ser resolveram ter apenas uma porta aberta para 2500 adeptos. Só à meia hora de jogo resolveram abrir uma segunda mas sem dizer nada às centenas de benfiquistas que se iam "esmagando" numa compacta mole em constante movimento patrocinado pelas bastonadas incompreensíveis dos polícias nortenhos do corpo de intervenção que malharam em tudo o que mexia.
Estivemos meia hora privados de ver um jogo para o qual pagámos mais de 20€ e fizemos 300km de viagem para assistir. Tudo isto perante o ar de gozo dos seguranças batoteiros. Cheguei a ouvir uma voz por intercomunicador: "ainda estão aí muitos? é deixa-los estar que aí fora não fazem barulho". Brilhante.
As revistas aos adeptos eram cómicas. Chegaram ao ponto de me pedir para tirar os sapatos! Tirar os sapatos foi coisa que nunca me aconteceu à entrada de um estádio! Nós pagamos para ser gozados. Eles fazem tudo para não ter lá ninguém dos nossos. Até tinha graça se não fosse algo próprio das ditaduras.
Foi entrar, como 35' de jogo, arranjar um canto para ver, tentar perceber que jogadores estavam em campo e gritar golo como se fosse o nosso último gesto nesta vida.
Senti-me compensado ao intervalo.

O Dragão não é as Antas. Perdeu-se aquele ambiente terrível azul. Estes dragões agora são finos. A maior parte do estádio só reage quando há golo oferecido. Diria que os "dragons seats" são uns tenrinhos comparados com a tribuna das Antas. Até nos deixaram cantar com força suficiente para recebermos sms a elogiar a nossa dedicação de quem estava em casa a ver pela tv.

Depois do jogo terminado gostei muito de ver uns quantos Super Dragões no seu canto à espera que os jogadores do SLB regressassem ao relvado para umas corridas pós jogo. E foi vê-los na primeira passagem dos nossos rapazes a lançarem uma dezena de paus de bandeiras apontados à cabeça dos jogadores. Comovente o à vontade com que seguranças e polícias assistem ao lançamento do dardo do dragão.
Tudo é possível num estádio que recusa içar a bandeira da equipa visitante quando se trata do Sport Lisboa e Benfica.

Na viagem para baixo a registar o atraso e lentidão de marcha dos combóios, e o já famoso lançamento de calhaus ao nosso comboio que ficou com umas quantas janelas partidas. Muito simpático da parte dos batoteiros.
À chegada a Lisboa pelas 4h da manhã uma surpresa agradável; João Gabriel, o nosso Director de comunicação, lá estava com o seu fato oficial do SLB a inteirar-se dos incidentes da nossa viagem.
Falei com ele para denunciar a vergonha que foi a primeira parte do jogo e disse-me que já sabiam de tudo e que iam fazer uma queixa à Liga. Pediu desculpa, agradeceu o impressionante apoio, e desejou-me bom descanso. Gostei.

Foi um dia engraçado.
Mas continuo a preferir as invasões ao WC. E já só faltam duas semanas.

Etiquetas:

posted by J G at 12:52 da tarde

10 Comentários:

Esses gajos metem nojo. Ver menos de metade da primeira parte porque uns gajos decidem que sim é brincar com as pessoas.

Mas pronto, rumo ao Título. (E a Alvalade!)

Jaime

Ah, e gostei do João Gabriel. É bom saber que há apoio por parte da Direcção (mesmo que às 4 da manhã).
Anonymous Anónimo, at 1:40 da tarde  
Eu na verdade, enquanto lá estava dentro antes do jogo, ia espreitando lá para fora e estranhando a vossa demora. É escandaloso o tratamento que foi dado à nossa claque. Espero bem que o Benfica denuncie esta situação à Liga (e eu vou falar nela no próximo programa, podes ter a certeza). Não sabia grandes detalhes sobre o que se passou, só estranhei a demora, e agora já sei porquê.

E eu já tinha observado o que dizes logo na primeira vez que fui ao Ladrão: aquilo não tem nada a ver com as Antas, onde criavam um ambiente infernal. No estádio novo aqueles gajos só conseguem fazer barulho quando recebem mais uma benesse, ou quando lá conseguem reunir forças para nos chamarem nomes. Porque de resto, enquanto lá estivémos (e já revi a transmissão do jogo, o que confirmou a impressão com que fiquei), ouviu-se mais a nossa voz do que a dos milhares de tristes azuis e brancos.

Daqui a duas semanas no WC lá estaremos outra vez (ainda hei-de experimentar ir convosco um dia destes). Abraço.
Blogger D'Arcy, at 1:40 da tarde  
hahahahah
Força ai na luta pelo segundo lugar.
Quando sao beneficiados esta tudo bem, quando somos nos a levar na cara estamos bem.

Uma porta para 2500 é melhor que um galinheiro para 5000, cá se fazem cá se pagam.
Anonymous Anónimo, at 2:20 da tarde  
É vergonha veste de azul.

Em Alvalade lá estarei, porque a equipa precisa do nosso apoio.

Como eu gostava de voltar a ver a nossa curva no WC igual à do jogo da Taça de Portugal no ano passado...

Todos seremos poucos!
Blogger Paulo, at 3:34 da tarde  
É bom saber que a direcção do Benfica mostrou todo o interesse com os seus adeptos, mas não se esqueçam que nao podem mostrar muito interesse pelas claques, pois não as apoia dada a legislação.
Blogger FREIXO, at 4:38 da tarde  
Mas quais claques? Isto aconteceu a sócios e adeptos do Benfica. Se são de claques ou não (se é que elas existem...), que importa?
Anonymous jag, at 5:16 da tarde  
Voçês sem o Man(CO)torras são uns falhados
Anonymous Anónimo, at 6:11 da tarde  
Fantástica descrição do passado Domingo!! Foi vergonhoso o tratamento de que os adeptos Benfiquistas foram alvo, porém, excelente a reacção do nosso clube. Os direitos do Benfica acima de tudo e o Benfica inclui os seus sócios e adeptos.
Tinha este blog linkado mas só ontem o li com toda a atenção que merece e queiro deixar já Parabéns!! Vou voltar!

Saudações Gloriosas
Blogger LuaSLBENFICA, at 10:44 da tarde  
Parabens a todos os q tiveram no estadio dos dragãozinhos lool. porque foi isto q eles foram... 2500 adeptos conseguiram fazer mais barulho q aquela cambada toda de Ladrões..

acerca do atraso é uma vergonha. mas lá é assim fazem o q quêrem, gostei de vêr a direcção do benfica empenhada em defender os seus adeptos... é pena é n terem esse empenho quando se trata de claques...





Ricardo B
Anonymous Anónimo, at 1:50 da tarde  
puta que vos pariu
Anonymous Anónimo, at 4:20 da tarde  

Comentar