Encarnado e Branco

TVGolo.com - Novos Golos

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Taça de Portugal

Eliminatória marcada para 14 de Dezembro.

Torre Moncorvo (III)/Vitória Setúbal (L) - Guimarães (L)
Estrela da Amadora (L) - Olivais e Moscavide (II)
Paços de Ferreira (L) - Vizela (L)
Leixões (L) - Benfica (L)
Cinfães (III) - FC Porto (L)
Trofense (L) - Nacional (L)
Naval 1º de Maio (L) - Portimonense (LH)
Atlético de Valdevez (II) - (a)

(a) O vencedor do encontro da primeira eliminatória entre o Lusitano (III) e o Fiães (III), que foi protestado, desloca-se ao campo do Santa Clara (LH), na segunda. O vencedor deste embate receberá o Freamunde (LH). Finalmente, quem vencer este jogo da terceira ronda receberá na quarta o União da Madeira (II). O adversário do Atlético de Valdevez será, então, o vencedor do embate da quarta eliminatória.

Nota: O encontro entre o Torre de Moncorvo (III) e o Vitória de Setúbal (L), em atraso da quarta eliminatória, está marcado para 27 de Novembro, às 19h30

Etiquetas:

posted by J G at 2:25 da tarde

3 Comentários:

pronto tinha de ser o jogo mais complicado...
Anonymous Anónimo, at 2:33 da tarde  
Não se desejava mas aceita-se. Desta vez calhou-nos a nós a "fava"...depois de na ronda anterior termos tido tarefa facilitada enquanto viamos de fora os lagartos e tripeiros frente-a-frente.
Pode mto bem ser considerada uma final antecipada, visto se defrontarem os 2 primeiros classificados do campeonato. :)
Se acreditarmos que os nossos jogadores se esforçam mais nos jogos mais difíceis (excepção feita ao jogo com o Galatasaray), poderemos conseguir bom resultado no estádio do mar...pena é que não seja na Luz...é que no sofá custa mais ver a bola...
Anonymous djeiti, at 3:06 da tarde  
É sempre um jogo para ganhar, seja onde for, o único problema é se é nomeado para arbitrar o jogo um Olarápio ou coisa do género, porque jogar quase sempre contra 14 é sempre mais dificil. A grandeza do Benfica não tem nada a ver com a pequenez dos seus adversários, que só através de falcatruas quase sempre conseguem os seus intentos. O futebol e principalmente os seus altos dirigentes têm e são os principais responsáveis por estas situações, mas como lhes convém, nada fazem e nem podiam fazer, tal é o grau de envolvimento nela.
Anonymous patriarca, at 1:10 da tarde  

Comentar